Tudo sobre Poliestireno

O poliestireno, conhecido popularmente no Brasil como isopor, é um polímero de adição, formado por macromoléculas de união sucessiva. As moléculas que formam o material são iguais, chamadas de estireno (vinil benzeno).

Para se formar, o poliestireno precisa passar por uma reação de polimerização, pela qual acontece a formação de duas ligações simples dos carbonos da molécula do estireno. Com isso, forma-se o polímero.

Essa polimerização do estireno em poliestireno acontece em condições de aquecimento em água, com a presença de peróxidos. O poliestireno mais conhecido é, sem dúvida, o isopor, que surge a partir do aquecimento do polímero.

Como todos sabem, o isopor é um material bastante usado no dia a dia. Ele serve como isolante e está presente em embalagens, materiais descartáveis e em recipientes que servem bebidas e comidas quentes. Contudo, grupos de ambientalistas são grandes críticos dessa matéria-prima, já que ela é responsável por aumentar o descarte de lixo no ambiente e seu tempo de decomposição não é preciso, podendo passar de 150 anos.

Ainda de acordo com os ambientalistas, a produção de isopor emprega gases CFCs (clorofluorcarbonos), responsáveis por expandir o poliestireno. Esses gases são apontados como causadores do aquecimento global e do efeito estufa. Além disso, quando o isopor é queimado, ele lança um grande volume de CO2 para a atmosfera.

Atualmente, diversos segmentos utilizam o poliestireno como matéria-prima, como os fabricantes de isolantes para residências, os fabricantes de geladeiras e freezers, os produtores de almofadas e capacetes revestidos com o material, entre outros.


Tipos de poliestireno

O poliestireno se apresenta em duas formas: como poliestireno comum e poliestireno de alto impacto. O comum é semelhante ao vidro e tem moléculas com anéis benzeno. Ele é usado em capas de cds, pentes, embalagens, copos descartáveis, entre outros produtos.

Já o de alto impacto tem mais 10% de polibutadieno ou estirenobutadieno adicionados ao poliestireno. É um material mais resistente, muito usado em cabides, revestimentos, embalagens de margarinas, brinquedos, entre outros itens.


O uso do poliestireno no Brasil

Placas de Isopor

No Brasil, o material mais usado é o poliestireno expandido (EPS), ou isopor. Este plástico celular pode ser moldado em vários formatos e, em seu resultado final, ele será um material rígido ou um aglomerado de grânulos. A matéria-prima encontra grande aplicação também na construção civil. Trata-se de um material leve, que proporciona isolamento térmico e tem baixo custo.

As etapas da produção do isopor são: a pré-expansão, o armazenamento intermediário e a moldagem. Nesse processo, o componente passa por uma transformação física.

Leia também! Assuntos relevantes