Textos na linguagem informal

Textos na linguagem informal

Por

Com o advento da internet, a linguagem informal de comunicação tomou conta da vida das pessoas. Praticamente todas as mensagens da internet, principalmente das redes sociais, são trocadas em linguagem informal, com gírias, sinais e abreviações de palavras.

Em textos de vestibulares e concursos nunca se deve utilizar a linguagem informal. Na escola, esse tipo de linguagem só deve ser empregada mediante a solicitação do professor.

É preciso entender a diferença que existe entre linguagem de bate-papo, mensagem no Facebook, e uma dissertação formal exigida pelos vestibulares e pelo Enem. A linguagem informal é superficial e sem preocupações quanto ao estilo, à linguagem e à norma culta. Ela garante algumas liberdades na escrita, mas também pode ser prejudicial se utilizada em momentos inadequados.

Veja exemplos de textos na linguagem informal:

1 - Conversa nas redes sociais: “Galera, domingo vai ter um churras na minha casa. Quem quiser pode colar lá. É só levar bebida e carne. Conto com vcs. Vai ser muito louco!”

2 - Conversa na zona rural: “Ocê num vai creditar no que eu ouvi na rádio hoje. O moço disse que vai chuvê prá lá de metro. Vai inté cai gelo, seu menino!”

3 - Poema: Xote ecológico - (A. Batista e L. Gonzaga)

Não posso respirar

Não posso mais nadar

A terra está morrendo

Não dá mais pra plantar

Mas se plantar não nasce

E se nascer não dá

Até pinga da boa

É difícil de encontrar

Cadê a flor que estava aqui?

Poluição comeu

O peixe que é do mar

Poluição comeu

O verde onde é que está?

Poluição comeu

Nem o Chico Mendes sobreviveu


4 - Rodrigo, trouxe os exercícios da semana passada?, perguntou a professora.

̶ Eu truce, mas o di onti eu num consegui...

̶ E porque não conseguiu?

̶ Tive uns problema e num tinha quem me insinassi.

(JOSÉ, Elias. Uma escola assim eu quero para mim. São Paulo, FTD, 1993.)

Leia também! Assuntos relevantes