Ao longo da história, o mundo teve diversas teorias e modelos econômicos. Esses pensamentos foram a base para a evolução da economia e das formas de distribuição de riquezas, bens e serviços.

Entre as escolas mais populares dentro da economia estão o mercantilismo, a economia clássica, o marxismo, a economia neoclássica, a escola keynesiana e o neoliberalismo. Conheça um pouco de cada uma dessas teorias econômicas.


Teorias econômicas

Entende-se por teoria econômica toda lógica e orientação racional que, em algum momento da história da humanidade, norteou o processo econômico. Essas teorias orientaram a maneira como os homens sempre fizeram negócios, distribuíram bens, prestaram serviços e utilizaram moedas de troca. Estes sistemas econômicos tinham como objetivo organizar a sociedade no campo da economia e da produção de riquezas.

Dinheiro, Moedas

Confira as principais teorias ou escolas econômicas:

1 – Mercantilismo – Esta teoria econômica surgiu durante a expansão comercial da Europa, entre os séculos XV e XVII. Seus principais teóricos foram Thomas Mun, Josiah Child e Antoine de Montchrestien. O mercantilismo estabelecia uma maior intervenção do estado na economia, o metalismo (uso de metais preciosos como moeda e fator que fortalecia a balança comercial) e o colonialismo.

2 – Escola clássica – Esta escola econômica teve início em 1776, após a publicação do livro "A Riqueza das Nações", de Adam Smith. A teoria econômica tinha como base a ideia de que a economia poderia se tornar estável e equilibrada sem a regulamentação do Estado. Além disso, a teoria pregava a livre produção e competição e valorizava o comércio, a divisão do trabalho e o crescimento econômico. Foi uma ideia precursora do capitalismo.

3 – Marxismo – Em oposição ao liberalismo econômico, surgiu o marxismo. Esta teoria, baseada nos pensamentos de Karl Marx e em sua obra "O Capital", pregava uma estrutura de sociedade sem exploração e luta de classes. Marx tratava muito do valor do trabalho, ou seja, das remunerações pagas aos operários. De acordo com o marxismo, o cenário econômico ideal deveria banir a concentração progressiva do capital e o Estado deveria intervir para regular a economia, conduzindo a sociedade a um sistema comunista.

4 – Escola neoclássica – Teve início no século XIX. Trata das unidades econômicas individuais, chamadas de microeconomia. Também avalia a livre concorrência e os aspectos subjetivos das decisões econômicas. Os principais teóricos foram William Stanley Jevons, Carl Menger, Leon Walras e Alfred Marshall.

5 – Escola keynesiana – Esta escola surgiu com base no trabalho de John Maynard Keynes, chamado "Teoria Geral do Emprego, do Juro e da Moeda", publicado no ano de 1936. A teoria avalia que a intervenção do Estado na atividade econômica é importante e necessária.

6 – Neoliberalismo – Essa teoria econômica tem como base o livre mercado. Os pensamentos dessa escola surgiram após o Consenso de Washington, na década de 90. A teoria trata da liberalização financeira e comercial, eliminação de barreiras para investimentos estrangeiros, estabilidade econômica, taxa de câmbio, privatização e outras medidas.


Leia também:
Economia Austríaca

Quem foi Ludwig von Mises?

Dicas de ouro para ter uma vida financeira saudável

Educação financeira

Leia também! Assuntos relevantes