A Selic é a taxa referencial do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia. De acordo com o Banco Central, a Taxa Selic é a taxa média ajustada de todos os financiamentos diários.

A Taxa Selic também é chamada de taxa básica de juros. Essa é a taxa usada como referência para a negociação de empréstimos e aplicações realizadas pelos bancos em títulos públicos do governo federal.

A Selic é discutida pelo COPOM (Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil) a cada 45 dias. Essa taxa considera os financiamentos diários das operações registradas e liquidadas.

Referência para o setor bancário

A Selic é considerada a taxa básica de juros da economia brasileira. Essa taxa é utilizada como referência pelo setor bancário, principalmente para operações com títulos públicos federais.

A sigla Selic é a abreviação para Sistema Especial de Liquidação e Custódia. É um sistema utilizado pelo governo para controlar a emissão e a negociação de títulos.

Como é calculada a Taxa Selic?

A Taxa Selic é resultado do cálculo da taxa média dos juros praticados pelos bancos. Essa taxa é um parâmetro para a economia e pode aumentar ou diminuir de acordo com a necessidade e o interesse do governo.

A Selic tem grande influência no cotidiano da população. É uma taxa extremamente importante.

A definição da taxa Selic acontece durante as reuniões realizadas oito vezes por ano no país. Quando o governo precisa aumentar a taxa, ele justifica a necessidade de conter a inflação. Já quando reduz a Selic, o governo permite a correção de preços e o aumento da inflação.

A taxa Selic interfere na remuneração paga por algumas aplicações e é a referência para os juros cobrados em empréstimos e financiamentos. Por isso, os economistas afirmam que essa taxa influencia diretamente os investimentos e a vida dos brasileiros.

A Selic é usada pelo Banco Central para controlar a inflação, incentivando ou desestimulando o consumo, de acordo com a realidade da economia nacional. Além disso, a taxa Selic também altera o valor do dólar. Quando a taxa está elevada, a tendência é que o preço da moeda norte-americana diminua no Brasil.

Leia também! Assuntos relevantes