Sputnik II

Por

Em 3 de novembro de 1957, a URSS surpreendeu o mundo com uma nova empreitada espacial: o lançamento da Sputnik II. A nave carregava um cão a bordo, fato que gerou polêmica.

Nesse momento, a era Espacial mal tinha começado, com o lançamento do primeiro satélite soviético em 04 de outubro de 1957, a Sputnik-1.

A imprensa soviética se gabava da nave espacial de 508,3 kg levando, pela primeira vez, um passageiro vivo - uma cadela chamada Laika. No entanto, logo ficou claro que o animal não iria voltar.

A política da Guerra Fria não deixou tempo para os designers desenvolverem um sistema de suporte de vida confiável dentro das naves. Anos depois da Sputnik-2 ter deixado a atmosfera, histórias conflitantes sobre a morte da cadela Laika estavam circulando no Ocidente.

Dados biológicos do animal foram monitorados durante uma semana. Laika morreu poucas horas após o lançamento.

A cadela estava em pânico, devido ao super-aquecimento da cabine. Um dos cientistas responsáveis pelo projeto disse que se arrependeu de ter usado o animal na missão.

Juliana Miranda, Equipe do GrupoEscolar.com.

Leia também! Assuntos relevantes