Sofistas

Por

Os sofistas foram filósofos opositores à filosofia pré-socrática. Para eles, a persuasão deveria ser levada em consideração na defesa do pensamento.
 
Os sofistas elaboravam técnicas para a defesa de pontos de vista. Eles acreditavam que a arte de persuadir era fundamental na conquista do espaço.
 
Os filósofos sofistas eram considerados céticos, por isso foram chamados de pensadores que desrespeitavam a verdade e o amor pela sabedoria.
 
Alguns filósofos sofistas de destaque foram: Protágoras, Górgias, Hípias, Isócrates, Pródico, Crítias, Antifonte e Trasímaco. Para estes pensadores, o desenvolvimento do espírito crítico e da capacidade de expressão eram de extrema importância.
 
O sofismo surgiu num momento de democracia na Grécia antiga. Nesse cenário político, os sofistas afirmavam que o povo da polis (cidade) precisava saber se expressar para defender seus interesses nas assembleias.
 
É importante ressaltar que a palavra sofista vem do grego e significa sábio. Assim, podemos concluir que os sofistas eram filósofos de vasta inteligência e conhecimento de mundo. Eles estavam dispostos a ensinar a arte da persuasão a qualquer cidadão que almejasse um cargo público.
 
Os sofistas chamavam a atenção pelo poder de persuasão. Para eles era fácil convencer qualquer pessoa sobre qualquer assunto. A transmissão desse conhecimento resultou na derrota de vários opositores dos discípulos sofistas.
 
Protágoras é conhecido como o primeiro filósofo sofista. Ele alcançou fama e se tornou um homem bem sucedido ao conquistar a estima do público e o reconhecimento.

Leia também! Assuntos relevantes