Sobre a Importância da Civilização Grega...

Sobre a Importância da Civilização Grega...

O que devemos aos gregos
A civilização grega passou em parte para nossa por intermédio dos romanos, os quais a assimilaram e transmitiram-na a nós. Ela se exerce diretamente sobre nós quando estudamos um poema de Homero, as tragédias de Sófocles, fragmentos da frisa do Partenon, a Vênus de Milo, a Vitória da Samotrácia ou a cerâmica ateniense.


As relações materiais
A contribuição dos gregos no plano material é relativamente pequena, pois não se atribui a esse povo nenhuma invenção importante.

Na agricultura puseram em prática um sistema adaptado pura e simplesmente a seu país. É assim que por todos os lados onde emigraram, em volta do mediterrâneo; notadamente na Sicília e nas costas da Provença, construíram terraços em andares, aproveitando o declive dos campos, e se dedicaram ao cultivo de trigo, da vinha e da oliveira.

Seus hábeis artesãos que trabalhavam em modestas oficinas, melhoraram, sem inovar, os processos de fabricação.

Por isto, não é de se estranhar que, nas suas cidades ou territórios exíguos, os gregos amassem a vida simples. Eles não eram atraídos pelas coisas grandiosas ou pelo luxo desmedido que os orientais tanto apreciavam. Foram os gregos que nos transmitiram o gosto da medida, isto é, o gosto pelo meio termo e pelo bom senso.


As relações imateriais
Mas para tudo aquilo que diz respeito ao desenvolvimento da personalidade e à vida do espírito, pode-se num milagre grego.

1- O ideal esportivo - O sistema de educação dos gregos interessava-se tanto pelo corpo quanto pelo espírito. A beleza do corpo e a harmonia dos gestos eram procurados através de exercícios diários. As provas esportivas da Grécia antiga são ainda hoje praticadas; o lançamento de disco, o pugilato, a luta livre, as maratonas. Os jogos olímpicos ressuscitados no fim do século passado empolgam em nosso tempo, quase todos povos da Terra.

2- O ideal cívico - Embora não tivessem chegado à idéia de uma pátria unificada, os gregos amaram ardentemente as suas cidades e chegaram a morrer por elas. O exemplo é dado pela resistência dos atenienses na batalha de Maratona, pelo heroísmo dos espartanos nas Termópilas e pelo valor dos tebanos em Mantinéia, Eles nos legaram o amor a liberdade.

3- O regime democrático - Os gregos não apreciavam obedecer a um só homem. Menosprezavam os bárbaros porque estes se sujeitavam a um só monarca. Os atenienses conheceram e transmitiram à posteridade um regime político que se chamaram de democracia e que se caracteriza pelo governo do povo pelo povo ou através de representantes do povo.

4- O desenvolvimento das ciências - Os gregos desenvolveram as ciências puras, tais como a matemática. Ainda hoje temos o ensino da geometria de Euclides, do teorema de Tales e do princípio de Arquimedes. Fizeram progredir igualmente as ciência experimentais, como a Medicina. O nome de Hipócrates é familiar aos médicos de nossos tempos. Também não descuidaram das ciências aplicadas sobretudo na época do helenismo. Arquimedes no século II, empregava todo o seu talento na construção de máquinas de guerra destinadas a defender sua terra natal - Siracusa - assediada pelos romanos.

5- A influência literária - Os gregos criaram o teatro a tragédia e a comédia. Criaram também a História que até então não passava de uma lista de nomes e de datas aproximadas. Criaram a oratória e tiveram discursadores famosos ( Demóstenes, por exemplo). Suas obras primas literárias são imortais: todo homem culto conhece Homero e os grandes trágicos gregos. Nossos poetas ainda hoje dizem-se inspirados pelas musas.

6- A influência artística - A arte grega produziu monumentos cuja beleza nos emociona, mesmo quando parcialmente em ruínas como o Partenon da Acrópole de Atenas. Os museus do mundo inteiro disputam as obras primas de sua cultura.

Em certa épocas ( como na fase de grandes realizações artísticas que teve o nome de Renascimento) a influência grega foi excepcional e decisiva.

Latinos, devemos muito aos romanos; mais somos também filhos espirituais de Hélade.


Fonte:
http://greek.hp.vilabol.uol.com.br/oque.htm

Leia também! Assuntos relevantes