Reto - Corpo Humano

Reto - Corpo Humano

Por

O reto é classificado como a porção final do intestino grosso humano. Esta estrutura está relacionada ao sistema digestivo e fica localizada no canal anal.

Anatomicamente, o reto é um canal retiforme, ou seja, sem curvas. Ele tem o comprimento aproximado de 15 cm e sua principal função é acumular as fezes antes da evacuação.

No processo de digestão, o reto é a estrutura que contribui para a absorção final de nutrientes provenientes dos alimentos. Ele é o último caminho dos restos de alimentos antes de serem eliminados do organismo pelo ânus.


Características do reto

Como já mencionado, o reto é a parte final do intestino grosso. Ele fica a maior parte do tempo vazio, pois só é tomado pelas fezes momentos antes da evacuação.

Quando esta estrutura apresenta fezes, ocorre uma distensão que estimula as terminações nervosas do reto. Dessa forma, é possível expulsar as fezes do corpo durante a defecação.

O reto é compreendido como uma câmara de armazenamento temporário. Ele fica logo depois do cólon e termina no ânus.

O reto é responsável por permitir que adultos, crianças e adolescentes consigam aguentar a necessidade de evacuação até encontrar um banheiro. Já no caso dos bebês, isso não é possível, pois não há controle muscular suficiente para evitar a defecação.


Doenças que afetam o reto

A principal doença que afeta o reto é, sem dúvida, o câncer de reto. Esta enfermidade pode ser prevenida com o acompanhamento médico regular.

Os primeiros sintomas da doença são os pólipos intestinais, ou lesões pré-cancerígenas que podem ser retiradas por meio de uma colonoscopia. Os pólipos podem ser hiperplásicos, que não causam câncer; ou adenomatosos, que têm chances de se tornar câncer.

É importante que o rastreamento do câncer de reto seja feito de forma periódica por pessoas com mais de 50 anos de idade.

Leia também! Assuntos relevantes