Reportagem sobre desmatamento

Reportagem sobre desmatamento

Por

Os números do desmatamento voltaram a subir no Brasil entre 2012 e 2013. Segundo alertas de degradação da Floresta Amazônica, o problema aumentou em 35% entre agosto de 2012 e julho de 2013. As áreas devastadas no período chegaram a 2.766 quilômetros quadrados, número considerado preocupante pelo Ministério do Meio Ambiente.

Os principais problemas que afetam a floresta são o uso do fogo e o corte seletivo de árvores. O desmatamento ilegal está comprometendo a floresta nativa brasileira.

As queimadas intencionais são o primeiro passo para o desmatamento ilegal no Brasil, segundo o INPE – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Mato Grosso, Pará, Rondônia e Amazonas são os estados com mais áreas críticas. Na região norte do país, a grilagem e a pecuária também são responsáveis pelo desmatamento.

Apesar do crescimento das taxas de desmatamento entre 2012 e 2013, o Brasil vem seguindo uma tendência de redução na degradação das matas desde 2004. De acordo com dados do governo, o desmatamento da Amazônia foi reduzido de 27 mil quilômetros quadrados em 2004 para menos de 5 mil quilômetros quadrados em 2012.

Essa redução aconteceu graças aos recursos tecnológicos, humanos e financeiros aplicados na fiscalização. Mesmo com os avanços, o Brasil ainda precisa encontrar formas mais rigorosas de punir quem desmata e de proteger os biomas nacionais.

Os esforços do governo federal devem ser feitos com o intuito de proteger principalmente a Amazônia, floresta que tem 4.196.943 milhões de quilômetros quadrados e guarda a maior bacia hidrográfica do mundo. O bioma brasileiro é considerado fundamental para o equilíbrio ambiental e climático da Terra.

Leia também! Assuntos relevantes