Renascimento do Harlem

Renascimento do Harlem

Por

Este Renascimento foi um movimento afro-americano que aconteceu no final de 1920 a 1930, tornou-se conhecido como Renascimento do Harlem justamente por ter seu início no bairro do Harlem nos Estados Unidos. Este movimento também ficou conhecido por outros nomes, como por exemplo: Renascimento dos Negros, Novo Movimento Negro e Novo Renascimento dos Negros. Foi nesse período que diretores, editores e críticos perceberam que as expressões de arte do povo afro-americano estavam começando a chamar atenção da nação de maneira expressiva, algo que foi mais forte na literatura, contudo, nas outras formas de arte também existiram grandes expoentes afro-americanos.

O Renascimento do Harlem começou a surgir em meio de uma revolta intelectual e social que acabou surgindo e se espalhando pela comunidade afro-americana do século XX. Algo que aconteceu logo após a Guerra Civil Norte Americana que acabou gerando uma classe média negra, algo que favoreceu e muito o surgimento de empregos e melhores condições de educação para os afros descendentes.

A Primeira Guerra Mundial também forçou os negros americanos a buscarem por novas oportunidades de emprego em outras regiões, houve um momento conhecido como a Grande Migração, milhares de negros abandonaram suas casas no sul do país para tentarem novas oportunidades em lugares onde a depressão econômica e a crise não lhes causassem tanto mal, acabaram parando no norte e encontraram melhores opções de trabalho nas cidades industriais.

Com o passar do tempo, mais negros graduados iam surgindo no Harlem, trazendo para a sociedade afro um olhar mais consciente, por isso, a área cada vez mais se tornava um foco cultural e político da cultura negra. Um dos grandes marcos deste período ocorreu no ano de 1910 quando a comunidade afro-americana partiu para a defesa política de uma sociedade de igualdade racial.

No ano de 1909 foi fundada uma associação para cuidar dos direitos dos negros, Marcus Garvey, um jamaicano nacionalista deu inicio a um movimento chamado Back to Africa inspirando o orgulho racial que refletiam na política emergente do Harlem. Na literatura, houve grandes destaques entre os afro-americanos que começou a acontecer logo após a virada do século XIX.

Os negros também marcaram presença nos palcos com seu teatro e seus musicais, trazendo para o mundo nomes como: Bob Cole e J. Rosamond Johnson, este último irmão de James Weldon Johnson, escritor. Na música os negros marcaram sua presença, no Jazz e no Blues com influencias sulistas que foi conquistando gradativamente o mundo ao seu redor.

Na poesia um dos grandes nomes que merece destaque é Paul Laurence Dunbar, de ficção Charles W. Chesnutt, que foram os responsáveis pelas primeiras obras afro-americanas a alcançar sucesso e exposição mundial, por descrever a realidade da vida dos negros nos Estados Unidos.

O renascimento do Harlem começou a declinar a medida em que os moradores do bairro começaram a se mudar para outras regiões, contudo, como muitos escreviam, o que valeu para a classe afro-americana dessa época foi ter mostrado para os demais americanos e cidadãos do mundo, sua inteligência, sagacidade e criatividade, mostrando que tinham muito para ensinar e que podiam fazer isso de igual para igual, algo que acontece até os dias de hoje.

Leia também! Assuntos relevantes