Reflexões sobre a realidade do contexto educacional

Reflexões sobre a realidade do contexto educacional

Por

Até pouco tempo atrás era comum perceber as propostas das atividades como colar bolinhas de papel em figuras mimeografadas. Hoje já não se admite uma educação infantil desse tipo, o motivo é simples existem referências de práticas pedagógicas que respeitam as fases das crianças.

Mas infelizmente muitas instuituições deixam a desejar, sem pelo o menos propor as atividades com referências as práticas do projeto pedagógico. Durante o estágio, percebi que a instituição no qual estava observando não tem o projeto político pedagógico e nem atende as necessidades das crianças. Salas de aulas com excesso de criança e de idades diferentes, atende crianças com período integral mais não tem estrutura para isso. O método tradicional ficou bem transparente nos momentos que eu estava presente, todos os dias é dado uma atividade através de um livro didático, material pronto e mimeografado como anos atrás, parece que o ensino não mudou naquele lugar. Não existe roda de conversas, onde poderia proporcionar momentos de trocas de informações , interação com colegas.

A situação existente na educação infantil deve e pode ser diferente, para isso, há necessidade que as instituições infantil se compromenta com o ensino baseada em proposta pedagógica consistente, respeitando o modo de ser e de pensar da criança em sua faixa etária. Acredito que por mais carente que seja a comunidade é dever da instituição ter um plano político pedagógico para atingir a necessidade das crianças, caso contrário fica sem sentido o trabalho docente.

CONSTRUÇÃO DO RECURSO DIDÁTICO – ORIENTAÇÕES PARA O EDUCADOR INFANTIL.
- Confeccionado:
B A M B O L Ê

- OBJETIVOS A SEREM ATINGIDOS;
. Capacidade de expressão por meio dos movimentos
. Controle dos movimentos
. Interagir com os colegas
. Distingüir cores e tamanhos diferentes.

- CONTEUDOS A SEREM TRABALHADOS;
. Educação física: que possibilita ações e desafios motores
. Autonomia: mesmo num ambiente coletivo é preciso dar atenção individualizada às crianças
. Diferenças existem, como um bambolê grande e outro menor e de cores diferentes.

- FORMA DE UTILIZAÇÃO DO RECURSO.
. No pátio brincar com os bambolês mostrando vários movimentos que pode ser feito, como por exemplo, pular dentro e fora dos bambolês.
. Foi confeccionado vários tamanhos e cores diferentes, solicitar que tal criança pegue uma determinada cor.
. E por ultimo deixar brincar livremente, possibilitando a fazer sua própria construção.


Texto enviado às 10:39 - 15 de dezembro de 2010
Autor: Josilene Queiroz Santos

Licença: Creative Commons License

Leia também! Assuntos relevantes