Química Moderna

- Até o final do século XIX os cientistas acumulam conhecimentos sobre as propriedades físicas e químicas das diferentes substâncias. Conhecem o peso atômico dos átomos, a periodização dos elementos e aprofundam os estudos sobre as reações químicas. O modelo atômico disponível, no entanto, ainda é o de Dalton, elaborado entre 1803-1807. Ignora-se, no entanto, como e por que os átomos ligam-se entre si para formar as substâncias. A valência (propriedade de ligação entre os átomos) permanece no terreno do mistério. Esse quadro muda radicalmente em 1897, quando Joseph John Thomson descobre a primeira partícula subatômica, o elétron, e inaugura a química moderna. A partir daí, todo o desenvolvimento da teoria química está centrado nas investigações sobre como o comportamento dos elétrons dos diferentes átomos determina a formação das substâncias.


Joseph John Thomson (1856-1940)
- Nasce em Chettham Hill, cidade inglesa perto de Manchester. Estuda em Manchester e em Cambridge. Trabalha como professor de física experimental e pesquisador por 42 anos no laboratório Cavendish, Cambridge, transformando-o num dos mais importantes centros científicos da Europa. Dedica-se ao estudo da eletricidade, um dos temas que mais apaixonam os cientistas da época. Desajeitado para as atividades manuais básicas de um laboratório, Thomson trabalha sempre com assistentes, ajudando a formar vários cientistas importantes. Em 1906 ganha o Prêmio Nobel de Física por suas descobertas sobre a condução elétrica através dos gases. Seu filho, o também físico George Paget Thomson, aprofunda os estudos sobre o elétron.


Descoberta do elétron
- Na última década do século XIX os cientistas descobrem que ao incidir uma grande carga elétrica sobre a matéria, esta emitiria vários tipos de raios invisíveis. Um deles, capaz de atravessar a matéria espessa, é chamado de raio X. Outro, chamado raio beta, desperta muita curiosidade, pois se desvia do pólo positivo de um imã, indicando presença de carga negativa. Ao estudar a natureza desses raios, Thomson descobre que eles são constituídos por pequenas partículas, os elétrons. I nvestigações posteriores sobre os elétrons permitem explicar a formação das diferentes substâncias.


Fonte:
http://www.adoroquimica.hpg.ig.com.br/secoes/geral/quimicamoderna.htm

Leia também! Assuntos relevantes