Os pronomes relativos fazem parte da classe dos pronomes na língua portuguesa. Estes termos são utilizados para substituir outros termos da oração, estabelecendo uma relação entre duas orações diferentes.

Confira um exemplo básico:

Não vimos a professora. A professora saiu da sala.

Não vimos a professora que saiu da sala.

Nesta frase, o termo “que” substitui a palavra professora e estabelece uma relação entre as duas orações.

Os pronomes relativos podem ser variáveis ou invariáveis. Veja:


Pronomes Relativos Variáveis

O qual, a qual

Os quais, as quais

Cujo, cuja

Cujos, cujas

Quanto, quanta

Quantos, quantas


Pronomes Relativos Invariáveis

Que

Quem

Onde


Como usar os pronomes relativos?

Os pronomes relativos devem ser usados precedidos de preposição, sempre que a regência determinar essa necessidade. Além disso, o pronome relativo “quem” deve fazer referência a uma pessoa ou coisa personificada.

Exemplo: Não conheço a professora de quem você falou.

Lembre-se ainda que os pronomes relativos que aparecem sem antecedentes são classificados como: pronomes relativos indefinidos. Outro ponto importante: existe o pronome relativo universal, que pode ser usado para fazer referência a pessoas ou coisas, tanto no singular quanto no plural.

Exemplos:

Conheço a empresa que te contratou.

Não gostei do prato que pedi.

Alguns pronomes relativos podem ser precedidos por pronomes demonstrativos, como o, os, a, as. Em um outro caso, o pronome relativo pode ter um perfil possessivo, como na frase: “Quebraram as paredes cujas bases estavam fracas”.

Como é possível notar, existem várias regras para o uso dos pronomes relativos. Por isso, é importante ficar atento ao tipo de pronome que se está utilizando em cada situação, a fim de que fique claro o sentido das orações.


Entre os pronomes que geram mais dúvidas, estão o “onde” e o “aonde”. Veja como usá-los:

1. Onde – É usado com verbos que não transmitem a ideia de movimento.

Exemplo:

Nunca mais voltei à escola onde estudei.


2. Aonde – É usado com verbos que transmitem a ideia de movimento.

Exemplo:

As crianças não sabiam aonde ir.


Principais Pronomes Relativos Variáveis e Invariáveis

O qual, Cujo, Quanto, Os quais, Cujos, A qual, As quais, Cuja, Quanta, Quantos, Cujas, Quantas, Quem, Que, Onde, Aonde.

Leia também! Assuntos relevantes