Principais promessas de Campanha de Marina, Dilma e Aécio

Principais promessas de Campanha de Marina, Dilma e Aécio

Por

A disputa presidencial de 2014 no Brasil está sendo liderada por três candidatos: Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição; Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB). Os três candidatos têm posicionamentos bem distintos e apresentam propostas próprias para governar o Brasil nos próximos 4 anos.

Confira as principais promessas de campanha de Marina, Dilma e Aécio:

Marina Silva – O plano de governo de Marina Silva é focado no meio ambiente e na renovação da política nacional. Entre as propostas da campanha da candidata estão a exploração do Pré-Sal, a criação de novas fontes renováveis de energia, como a energia eólica e a solar; o passe livre para estudantes da rede pública no transporte e a educação em período integral.

Marina Silva promete que vai antecipar a meta de investimento na educação em tempo integral, garante mais autonomia para o Banco Central, diz que vai controlar a inflação, aumentar o crescimento do país e baixar os juros. A candidata do PSB tem sido muito conservadora ao tratar de temas polêmicos, como a legalização do aborto e das drogas.


Dilma Rousseff – A candidata do PT à reeleição promete novos investimentos federais em obras de mobilidade urbana e saneamento. Ela também afirma que trabalhará pela criminalização da homofobia, por mais investimentos em saúde, para a democratizar o acesso a computadores e tecnologia, pela expansão da banda larga, por mais vagas no Pronatec e pela melhoria da economia do país.


Aécio Neves – O candidato do PSDB defende um crescimento maior para a economia brasileira e mais empregos. As propostas de Aécio contemplam áreas como saúde, educação, segurança pública, economia, sustentabilidade, relações exteriores e cidadania.

O candidato promete a reforma do Código Penal, com penas maiores para jovens de 16 a 18 anos que cometerem crimes gravíssimos; diz que vai estimular a prática de esportes, incentivar médicos a abrirem consultórios em áreas carentes, vai criar o Prouni para bolsas de Ensino Médio e criará o Poupança Jovem, programa que vai pagar R$ 3 mil a estudantes carentes e com boas notas que terminem o Ensino Médio.

Leia também! Assuntos relevantes