Principais Características das Vanguardas Brasileiras


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Principais Características das Vanguardas Brasileiras

Por Bruna, Colaboração via e-mail

Por Bruna

Origem
A expressão começou a ser usada na década de 1860, por ocasião do Salon des Refusés (O Salão dos Recusados), onde os artistas excluídos do Salon de Paris estavam expondo.

Originalmente, e como muitos destes artistas estavam ligados ao movimento realista, a vanguarda estava identificada com a promoção do progresso social: o indivíduo ou grupo a ela ligado seria responsável por um movimento de reformas sociais. Com o tempo, o termo passou a ser usado também para referir-se a artistas mais preocupados somente com a experimentação estética (como as vanguardas do início do século XX, normalmente as mais associadas à expressão). De qualquer forma, sempre se manteve a idéia de um movimento artístico como um movimento político (composto por manifestos, militância, etc).


O advento do moderno
Costuma-se situar o germinar da arte moderna do século XX com os experimentos estéticos realizados por Paul Cézanne nas décadas de 1870 e 80. A percepção do espaço pictórico estudado por Cézanne é considerado um ponto de partida para a obra de diversos artistas vindouros e gera o início de linhas paralelas de evolução da arte européia.

Cada uma das vanguardas que surgiriam nas décadas seguintes interpretariam de formas diferentes esses estudos e os seguiria de formas diversas.


Movimentos vanguardistas
Como citado acima, o termo se aplica a qualquer movimento que proponha uma nova visão da arte. No entanto, costuma-se associá-lo principalmente aos movimentos ocorridos no período pós-Impressionismo e anterior à pós-modernidade. Nesse caso, costuma-se classificá-los em vanguardas positivas e vanguardas negativas, embora muitos movimentos (como os expressionismos) fujam a esta divisão.


Vanguardas européias
É o conjunto de tendências que, numa determinada época, se opõem às tendências vigentes, principalmente no campo das artes. Os textos seguintes registram alguns dos princípios fundamentais dos movimentos de vanguarda europeus do início do século XX. Cronologicamente, tais manifestações artísticas surgiram em torno da 1º Guerra Mundial, compreendendo o período que a antecedeu e o período que a sucedeu - quando então o mundo já se preparava para a 2º Grande Guerra.

  • Fauvismo (1905-1908)

  • Expressionismo (1905-1933)

  • Futurismo (1909-1914)

  • Cubismo 1907-1914)

  • Dadaísmo (1916-1922)

  • Surrealismo (1924)


Vanguardas positivas
  • Cubismo

  • Construtivismo

  • Neoplasticismo

  • Suprematismo

  • Abstracionismo

  • Concretismo



Vanguardas negativas
  • Futurismo

  • Dadaísmo

  • Surrealismo



No Brasil
Destaca-se a atuação de grupos como o Pau-Brasil e o Movimento antropófago, que se autoproclamavam vanguardistas. Várias tendências das vanguardas européias convergiram na Semana de Arte Moderna de 1922, ocorrida em São Paulo e tornada um marco no modernismo brasileiro.


Características
Busca do moderno, original e polêmico.
Nacionalismo em suas múltiplas facetas.
Volta às origens e valorização do índio verdadeiramente brasileiro.
“Língua brasileira” - falada pelo povo nas ruas.
Paródias - tentativa de repensar a história e a literatura brasileira.
A postura nacionalista apresenta-se em duas vertentes:
nacionalismo crítico, consciente, de denúncia da realidade, identificado politicamente com as esquerdas.
nacionalismo ufanista, utópico, exagerado, identificado com as correntes de extrema direita.


Texto enviado pela estudante Bruna via e-mail em 05/09/2011 às 13:10.

Bibliografia:
Wikipédia - Wikipedia





Saiba mais

Buscas relacionadas a Principais Características das Vanguardas Brasileiras em Fatos Gerais.


[ Pesquisa escolar lida 43864 Vezes - Categoria: Fatos Gerais ]


Leia também! Assuntos relevantes.

Arquitetura no Dadaísmo
O movimento do Dadaísmo apresentou muitas novidades à sociedade. Essa escola artística foi considerada de vanguarda moderna e surgiu em Zurique, em 19...
Lido: 642 Vezes

Futurismo
Movimento artístico e literário iniciado oficialmente em 1909 com a publicação do Manifesto Futurista, do poeta italiano Filippo Marinetti, no jornal ...
Lido: 59155 Vezes

Surrealismo
Características: - Surge após o Dadaísmo ser dissolvido; - Freud; - Marx; - Subconsciente: Liberação do ID - Instinto destruidor e sexual; ...
Lido: 11904 Vezes

Cubismo
Movimento das artes plásticas, sobretudo da pintura, que a partir do início do século XX rompe com a perspectiva adotada pela arte ocidental desde o ...
Lido: 54336 Vezes

As Vanguardas Européias
Vanguarda Européia A Semana de Arte Moderna de 1922, realizada em São Paulo, no Teatro Municipal, de 11 a 18 de fevereiro, teve como principal propós...
Lido: 39666 Vezes

Cubismo Sintético
Dentro do movimento artístico do cubismo surgiu uma vertente denominada cubismo sintético por volta do ano de 1913. Essa foi a última fase do cubismo....
Lido: 22446 Vezes

História do Cubismo
INTRODUÇÃO Cubismo: Este movimento artístico tem seu surgimento no século XX e é considerado o mais influente deste período. Com suas formas geométri...
Lido: 48308 Vezes

Vanguardas Européias
É o conjunto de tendências que, numa determinada época, se opõem às tendências vigentes, principalmente no campo das artes. Os textos seguintes regist...
Lido: 86309 Vezes

Fauvismo
Na França, o fauvismo (de fauves, ou fera) busca a harmonia e o equilíbrio da composição por meio de cores intensas e não naturalistas. Dança, de Henr...
Lido: 35680 Vezes

Sugestão de Busca Escolar

Sites

Encceja
Enem
SISU
Prouni
Paixão e Amor
Curiosidades
Relacionamento

Fale Conosco
Feed / RSS

Comunidade no Google +
Comunidade no Twitter


Novidades no seu e-mail

Estudantes Online
Sobre o Grupo Escolar

GrupoEscolar.com - Todos direitos reservados

Todo o conteúdo do site é retirado da internet e/ou enviado pelos estudantes.

Caso algum conteúdo infrinja direitos autorais entre em contato que adicionaremos crédito ou retiraremos o mesmo.

As opiniões expressas nos textos são de responsabilidade dos seus autores.

Somos apenas um veículo de comunicação e não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.