Poluição por nitrogênio

Poluição por nitrogênio

Por

A poluição por nitrogênio é mais comum do que imaginamos e está presente no cotidiano das pessoas. A substância está presente nos fertilizantes utilizados para a agricultura. Ela ajudou a evitar a fome global no século 20. Porém, o nitrogênio pode ter causado um dos maiores desastres ambientais.

A poluição por nitrogênio é pouco conhecida em todo o mundo principalmente por que não é uma poluição visível. Milhares de toneladas de nitrogênio se infiltram no solo, na água e no ar todos os dias. Por isso, o ar fica menos saudável e a água fica poluída para consumo. Quando em contato com o ecossistema, a substância provoca degradação e mudanças de clima.

Existem dois tipos de nitrogênio: os não-reativos e os reativos. O poluente para a saúde é o nitrogênio reativo. Estima-se que em 2005 estavam sendo produzidos cerca de 200 bilhões de quilos de nitrogênio reativo por ano.

A poluição por nitrogênio pode trazer sérios impactos para a saúde humana. Ele é peça chave na poluição do ar, que faz muito mal à saúde. Nos EUA, o governo calculou que os gastos com a poluição causada pelo nitrogênio na saúde humana e com os impactos na agronomia custam US$10 bilhões por ano. Além disso, o consumo de nitrogênio pelas pessoas pode causar diversas doenças.

Especialistas no assunto alertam que o principal é que toda a sociedade tenha conhecimento de que o nitrogênio é um poluente bastante usado no dia-a-dia, e que, como todos os outros poluentes, precisa ter seu uso moderado e melhor regulamentado. Como é um componente “invisível”, diferente de uma mancha de petróleo, por exemplo, as pessoas ficam reféns da substância por estarem ignorantes à situação.

Juliana Miranda - Equipe do GrupoEscolar.com

Leia também! Assuntos relevantes