A fase que ficou conhecida como período joanino foi vivida na história brasileira durante as primeiras duas décadas do século XIX. A monarquia portuguesa, representada na época por Dom João VI, foi ameaçada por Napoleão e acabou se vendo sem saída, fugindo, então, para terras Brasileiras. A metrópole foi transferida para a colônia, assim como toda a administração do império Português. Esse foi um passo significativo na história do Brasil, representando um avanço em direção à independência que aconteceria no ano de 1822. A iminente invasão de Napoleão foi determinada pela desobediência de Portugal ao Bloqueio Continental da França contra a Inglaterra. Dom João, que não tinha condições de lutar contra o exército da França comandado por Napoleão teve, portanto, que transferir a sua corte para o Brasil que, no período, era a mais importante colônia do país.

A transferência foi essencial para que o Brasil pudesse se desenvolver e chegar ao caminho da emancipação política, e o primeiro marco importante diante desse foco da história de nosso país, foi o decreto de abertura dos portos brasileiros às nações amigas, que ficou conhecido como carta-régia durante sua vigência. Nesse caso, estudiosos referem-se ao período como o fim do Pacto Colonial, apesar de “nações amigas” se resumir somente à Inglaterra na época.

Importantes construções fizeram parte desse período decisivo da história brasileira, como estradas e portos que foram construídos para dar estrutura para a nova sede do Império Português. Durante o período Joanino foram fundadas ainda a Academia Real Militar, a Casa da Moeda, o Jardim Botânico, a Biblioteca Real e o Banco do Brasil. Ainda durante esse período, Dom João determinou que, em 1815, a colônia passava a ser um reino em status igual ao de Portugal, sendo chamada de o Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves.

Houve, entretanto, uma decisão das cortes reunidas em Lisboa, que deixou a população do Brasil bastante descontente, que foi o retrocesso do status para colônia novamente. O exército inglês conseguiria, depois de alguns meses de permanência da França em Portugal, derrotar as tropas napoleônicas, de forma que Portugal exigia que o rei retornasse. Em abril de 1821 ele resolve retornar, mas deixa, em seu lugar, na administração do Brasil, D. Pedro I, seu filho, que finaliza, portanto, o período da história do Brasil que ficou conhecido como Período Joanino.

Leia também! Assuntos relevantes