Pensamento Pedagógico - Sociedade - Currículo


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Pensamento Pedagógico - Sociedade - Currículo

Por Josilene Queiroz Santos

INTRODUÇÃO:
Veremos os problemas ainda existentes em nosso século, a necessidade da escola ter uma gestão educacional democrática onde gestores, professores, alunos e comunidade participem.

Um currículo voltado ao desafio de ensinar a todos, de inclusão, que considere as diversidades culturais, políticas e sociais de nosso país.


PENSAMENTO PEDAGÓGICO, SOCIEDADE E CURRÍCULO
Existem metas divulgadas pela ONU para serem atendidas. E quanto a educadores estamos envolvidos também a atingir essas metas.

Segundo a ONU, somos um país violento e economicamente pobre. É na educação que pode ocorrer essas mudanças juntamente com os órgãos políticos envolvidos. Então pode afirmar que a educação é um agente que oferece oportunidades para as pessoas , diminuindo os problemas sociais e econômicos.

Pensar na escola como um agente de mudanças e o Estado com sua responsabilidade perante a sociedade é ter a esperança de uma educação digna para todos.

Ter uma educação com qualidade é necessário analisar o currículo escolar, pois afeta o desenvolvimento do aluno. É necessário considerar que o currículo deve ir de encontro com a realidade histórica, cultural e social da comunidade e não continuar no mesmo erro de nossos contemporâneos, pois houve muitas mudanças e o currículo deve acompanhar essas mudanças.

O currículo é uma ferramenta complexa que pode assumir posturas mais tradicionais ou mais libertadoras. O currículo faz parte do projeto pedagógico, fazendo possível a ligação entre a cultura e a sociedade. Segundo Sacristán(1999, p.147): “(...) que ao falar de escola e de educação escolarizado situamo-nos diante de fenômenos que ultrapassam o âmbito da transmissão da cultura como conjunto de significados desinteressados que nutrem os currículos escolares”.

Nas décadas de 1960 a 1970 destacam a existência de vários níveis de currículo: Formal, Real, e Oculto.
. O currículo Formal, é composto em diretrizes curriculares, objetivos e conteúdos das áreas ou disciplina de estudo.

. O currículo Oculto porque não aparece no planejamento do professor. Ele é oculto representa tudo o que os alunos aprendem diariamente.

. O currículo Real, é composto da realidade dentro de sala de aula.

O currículo deve ser pensado frente ao desafio de ensinar a todos e, portanto, como trabalhar a partir de um currículo com as diferenças nas formas de aprender e na cultura.

Segundo Moreira e Silva(1997), iniciou-se o pensamento curricular nos anos 20 e 30 do século XX, que tinha influêwncia dos Estados Unidos. Os conteúdos escolares sofreram influência da educação Jesuítas e também das idéias sociológicas de Comte e Durkheim.

A história Brasileira tem se carasterizado ao longo do seu desenvolvimento com grandes perdas e exclusões, sendo a minoria privilegiadas. Enquanto componentes de uma sociedade que se pretende democrática, tem se que desejar por uma educação de qualidade e acessível a todos. Entretando, essa procura não deve permitir qualquer tipo de exclusão, sob nenhum pretexto. Logo, torna-se os ideais e garantias legais sejam conhecidas com maior profundidade diante das condições reais da educação escolar pública e obrigatória.

Somente partir deste conhecimento pode-se identificar os principais pontos de mundanças necessária para o alcance de qualidade que se espera das escolas. A inclusão educacional é, certamente, o caminho definitivo para que deixemos de ser o país de maior riqueza (potencial) e, ao mesmo tempo, palco das maiores injustiças sócias.

Adimitir que o currículo não é um elemento inocente e neutro de transmissão desinteressada do conhecimento social (Moreira), ele não pode ser negligenciado nos processos de educação que pretendem contemplar as características culturais dos alunos a que se destina. E, neste sentido, critica-a porque, ao usar preferencialmente um “código elaborado”, condiciona fortemente o que se aprende e como se aprende, favorecendo as crianças cujo ambiente e cultura familiares estão na continuiddade deste código e limitando aquelas que não o dominam porque pertencem a classes com código lingüístico restritos.

Uma escola para todos e em que todos são diferentes, exige que cada professor a capacidade e a flexibilidade para inover e contribuir para um ensino de qualidade.

Para mudar a realidade do currículo escolar é necessário que todos estejam envolvidos nessa mudanças. Formar alunos em ser crítico e questionar constantemente é o conhecimento que vale para o mundo de hoje. É nossa responsabilidade enquanto educadores mudar o ensino para melhor e transformar o aluno de hoje em seres críticos . Deixar de ter o mesmo currículo educacional do século XIX, como disse Roldão.

Precisamos fazer ajustes necessários para acompanhar as mudanças, onde os alunos de hoje são cada vez mais livres, autônomos e independentes.



Referências:
- Pesquisa na internet em 20/03/08
. HTTP:educação.go.gov.br
.http: WWW.educabrasil.com.br
- Apostila (pedagogia, móduloII)
-Texto sugerido


Texto enviado às 10:39 - 15 de dezembro de 2010
Autor: Josilene Queiroz Santos

Licença: Creative Commons License




Leia também! Assuntos relevantes.

Sociedade: A Grande Massa Falida
O que poderíamos entender por uma sociedade justa? Poderíamos dizer que uma sociedade justa é aquela que vela pelos seus filhos mais necessitados, con...

A Sociedade Fenícia
A sociedade fenícia ocupou a região do mediterrâneo oriental por volta do ano 2000 a.C. Essa civilização ficou conhecida como a grande navegadora do M...

A Importância da Camada Superficial de Solos para a Sociedade Brasileira
Talvez não exista no âmbito da Geologia de Engenharia e da Agronomia recomendação técnica mais simples, clara e de tamanha importância para as ativida...

A Sociedade Egípcia
A sociedade egípcia era governada e dominada pela figura do faraó. Era ele quem detinha o poder religioso, administrativo, judicial e militar do Antig...

Sociedade Árabe
Antes da formação e consolidação da sociedade Árabe, os povos da Arábia eram compostos por diversas tribos semitas. A sociedade árabe só começou a se ...

Émile Durkeim - Karl Marx - Max Weber - Cultura e Sociedade
CULTURA E SOCIEDADE ÉMILE DURKEIM (1858-1917 ) Émile Durkeim, francês, um dos fundadores da sociologia moderna, utilizou métodos científicos para r...

Sociedade Indígena
História da América Sociedade Indígena Quando os europeus chegaram na América, encontraram dois tipos de sociedades: primitiva e civilizada. No...

A Sociedade Hebraica
A sociedade hebraica se estabeleceu na região da Palestina. O povo hebreu vivia sob um regime monárquico, onde o rei controlava todos os poderes. A so...

As Sociedades Americanas
Até o século XV, o continente americano era controlado por algumas sociedades nativas, como os Incas, os Maias e os Astecas. As sociedades american...

Fale Conosco | Feed / RSS | Google + | Twitter |

Novos assuntos sobre educação no seu e-mail

Site destinado a educação, estudos, informação e pesquisa escolar. Não incentivamos a prática de trabalhos escolares prontos.

Somos um veículo de comunicação. Não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.

Cópia ou reprodução de conteúdo somente se citada a fonte.

© 2015 - Grupo Escolar - Todos direitos reservados