Peeling Químico

Por

O peeling químico é um tratamento estético que utiliza ácidos. O objetivo é aplicar os ácidos sobre a pele para retirar camadas danificadas e estimular o nascimento de células novas, fazendo com que a pele volte a ficar lisa e bonita.

Este tratamento é considerado agressivo e, por isso, precisa ser feito por médicos dermatologistas especializados. O peeling químico pode ser aplicado nas mãos, no rosto e no pescoço para acabar com manchas de acne, sinais da idade e cicatrizes.

Após o tratamento, a pele fica muito sensível e precisa ser protegida contra os raios solares com o uso diário de protetor solar. Existem vários tipos de peeling químico, como o peeling químico superficial, o peeling químico médio e o peeling químico profundo.

Todos os peelings químicos apresentam riscos, que podem variar entre infecções, mudanças no tom de pele, cicatrizes, quelóides e outros problemas. De uma forma geral, o procedimento é considerado seguro quando realizado por médicos profissionais, principalmente por cirurgiões plásticos e dermatologistas. O procedimento pode usar vários tipos de ácidos, como o ácido glicólico, o ácido retinóico e o ácido tricloroacético.

Leia também! Assuntos relevantes