Pâncreas - Corpo Humano

Pâncreas - Corpo Humano

É uma glândula mista do nosso corpo, exócrina e endócrina. A parte endócrina é composta pelas Ilhotas de Langerhans.

A porção exócrina apresenta-se como uma glândula acinosa composta, como as parótidas. Há os ductos intercalares que penetram na luz dos ácinos e confluem para os ductos intralobulares e interlobulares.

A porção exócrina do pâncreas produz íons, água, e as enzimas tripsinogênio, quimiotripsinogênio, carboxipolipeptidase, ribonuclease, desosiribonuclease, triacilglicerol lipase, fosfolipase, elastase e amilase.

Este grupo de enzimas digere proteínas, carboidratos e gorduras.

O bicarbonato serve para neutralizar o pH ácido do quimo que chega do estômago para o duodeno.

As enzimas proteolíticas mais importantes são a quimiotripsina, tripsina e carboxipolipeptidase.

A tripsina e a quimiotripsina quebram as proteínas em peptídeos de vários tamanhos mas, é a enzima carboxiplipeptidase que se encarrega de quebrar os peptídeos em aminoácidos.

As enzimas proteolíticas são sintetizadas e secretadas pelo pâncreas inativas. O tripsinogênio é ativado pela enzima enteroquinase e vira tripsina.

A enteroquinase é secretada pela mucosa intestinal quando o quimo entra em contato com a mucosa. O quimiotripsinogênio é ativado pela tripsina e forma a quimiotripsina, a carboxipolipeptidase é ativada de maneira semelhante.

A inativação destas proteínas enzimáticas quando produzidas e armazenadas pelas células é essencial, se não, elas ativadas acabariam digerindo as células pancreáticas.

Esta inativação se dá pela secreção simultânea do fator inibidor da tripsina.

Como é a tripsina que ativa as outra enzimas, o inibidor da tripsina impede a ativação das outras enzimas.

A água e os íons bicarbonato são secretados pelas células epiteliais que compõem os ductos intercalares.

As secreções pancreáticas atingem o duodeno pelo longo ducto pancreático que habitualmente une-se ao ducto hepático antes de desaguar no duodeno.

O controle da secreção pancreática é feito principalmente pelos hormônios secretina e colecistocinina.

Ambos são secretados pelas células enteroendócrinas da mucosa duodenal e jejunal.

A colecistocinina é secretada sempre que o alimento entra no intestino delgado, e a secretina quando alimentos altamente ácidos penetram no intestino.

Quando a secreção da secretina acontece ela estimula o pâncreas a produzir e secretar íons de bicarbonato de sódio, que neutralizam a acidez do quimo que chega do estômago.

Fonte:
http://www.slimsite.hpg.ig.com.br/pancrea.html

Leia também! Assuntos relevantes