Os Vírus


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Os Vírus

Por Amara Maria Pedrosa Silva

Vírus (do latim, virus, veneno) são agentes infectantes de células vivas, causadores de doenças em animais e plantas, e capazes de atacar outros organismos mais simples, até mesmo bactérias.

Apesar de ainda não terem sido qualificados entre os seres vivos, alguns biólogos, virologistas, microbiologistas e pesquisadores já deram nomes científicos a muitos deles. Atualmente, os vírus são quase sempre reconhecidos por letras ou siglas. Temos como exemplo o vírus causador da AIDS chamado de HIV (Human Immunodeficiency Vírus), o causador do papiloma chamado de HPV (Human Papiloma Vírus) ou alguns vírus que atacam bactérias, os fagos ou bacteriófagos, batizados como T2, T3, T4, etc.

Os vírus não possuem organização celular, apenas uma estrutura molecular. Essencialmente, são moléculas de nucleoproteínas auto-reprodutíveis e com capacidade de sofrer mutações. Essas duas características são típicas dos seres vivos. Todavia, como não possuem organelas capazes de lhes permitir a obtenção, armazenamento e utilização de energia, só conseguem subsistir no interior de células vivas, de cujo equipamento funcional se utilizam para obter tudo de que necessitam. Fora de células vivas eles se cristalizam e podem manter-se num vidro, por tempo indeterminado, como um sal qualquer se mantém. Postos em contato com novas células hospedeiras reassumem imediatamente sua atividade. Por isso, todos os vírus são necessariamente parasitas intracelulares e não podem ser cultivados em meios artificiais.

A sua estrutura é formada por uma cápsula de natureza protéica e um miolo formado de ácido nucléico. Esse miolo pode conter uma molécula longa de DNA (vírus do herpes, adenovírus, bacteriófagos e outros) ou de RNA (da gripe, da poliomielite, da AIDS, do mosaico do tabaco, etc). Nunca são encontrados DNA e RNA em um mesmo vírus.

Alguns vírus, como os bacteriófagos, atacam as células injetando-lhes o seu ácido nucléico. Outros penetram por inteiro na célula hospedeira, como faz o vírus da gripe. No protoplasma da célula atacada, o DNA ou RNA viral se reproduz, utilizando os nucleotídeos da célula. Depois, ainda se valendo do equipamento enzimático e da energia fornecida por moléculas de ATP dessa mesma célula, os provírus já formados (partículas virais em formação) roubam-lhes os aminoácidos para a fabricação da cápsula protéica. Rapidamente eles se reproduzem dentro da célula, originando vírus completos, que a destroem e partem para atacar outras.

Na espécie humana, os vírus determinam numerosas doenças (viroses) tais como hepatite infecciosa, poliomielite, herpes, varíola, febre amarela, hidrofobia, gripe, AIDS, febres hemorrágicas (ebola, dengue), certas pneumonias e encefalites, rubéola e as habituais viroses de infância como sarampo, catapora ou varicela e caxumba, entre outras.

Existe perfeita relação bioquímica entre a natureza molecular de cada tipo de vírus e certos receptores específicos da superfície das células, justificando o tropismo dos vírus por determinados tipos de tecidos. Assim, o vírus da gripe ataca as células das vias respiratórias; o da hidrofobia ataca as células do sistema nervoso; o da caxumba acomete as glândulas salivares parótidas; o da AIDS destrói os linfócitos T4 do sistema imunológico. Por isso, os vírus são comumente classificados como pneumotrópicos, neurotrópicos, adenotrópicos, dermotrópicos, etc.


Alguns grupos recebem nomes especiais como arbovírus e retrovírus.
-> Os arbovírus (arthropod-bornvirus, vírus oriundos de artrópodes) são transmitidos ao homem e outros mamíferos por meio de insetos silvestres. São exemplos o da febre amarela e o da dengue, que são transmitidos por mosquitos do gênero Aedes.

-> Os retrovírus são aqueles cujo miolo de RNA tem de formar uma molécula de DNA na célula hospedeira, a qual vai presidir a reprodução de numerosas cópias do RNA viral. O vírus da AIDS pertence a este grupo.


Autor: Amara Maria Pedrosa Silva
Fonte: http://www.aprendaki.webcindario.com/textos/classificacao.htm
Licença: Creative Commons License






[ Pesquisa escolar lida 15820 Vezes - Categoria: Biologia ]


Leia também! Assuntos relevantes.

Surto de Ebola
O Ebola é uma doença muito grave, transmitida pelo contato direto com o sangue e fluidos corporais de pessoas ou animais infectados. Os principais sin...
Lido: 1443 Vezes

Reprodução dos Vírus
Um dos vírus mais estudados é o bacteriófago ou fago, que ataca bactérias reproduzindo-se em seu interior. Estes vírus são inofensivos ao homem e a ou...
Lido: 22198 Vezes

Retrovírus XMRV e a fadiga crônica
Essa síndrome está relacionada ao cansaço extremo mesmo quando o paciente não pratica exercícios físicos. O progresso patológico dessa doença ocorre a...
Lido: 2596 Vezes

Vírus
Características Gerais e Classificação Introdução: Se bem que doenças de animais e plantas, causadas por vírus, sejam tão velhas quanto a existênc...
Lido: 33244 Vezes

Gripe Espanhola foi provocada por um vírus das aves
Em 1917-18, uma estirpe particularmente virulenta de vírus da gripe causou uma pandemia (epidemia mundial) da doença, com efeitos devastadores 50 milh...
Lido: 9715 Vezes

Infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV)
A infecção pelo papilomavírus humano, conhecido como HPV, faz parte da família Papovaviridiae e atinge principalmente as mulheres. Esta doença é carac...
Lido: 302 Vezes

Ebola
Introdução Como o Ebola é uma doença ainda desconhecida, em diversos fatores, o Sistema Nacional de Saúde não o trata como uma epidemia de risco e co...
Lido: 36112 Vezes

Retrovírus
O retrovírus, ou RNA, é um tipo de vírus conhecido pelos cientistas há mais de 50 anos. Este vírus se repete numa célula hospedeira utilizando a enzim...
Lido: 49732 Vezes

Doenças Causadas por Vírus
Os vírus podem causar doenças em plantas e animais. As principais doenças causadas por vírus que atingem o homem são: Hidrofobia (Raiva): saliva in...
Lido: 74619 Vezes

Estudantes Online | Fale Conosco | Feed / RSS | Google + | Twitter |

Novos assuntos sobre educação no seu e-mail

Site destinado a educação, informação e pesquisa escolar. Não incentivamos a prática de trabalhos escolares prontos.

Sendo um veículo de comunicação, não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.

Cópia de conteúdo somente se citada a fonte.

© 2014 - Grupo Escolar - Todos direitos reservados