Origem da ginástica circense

Origem da ginástica circense

Por

A prática da ginástica circense pode ser feita com materiais adaptados.

A prática da ginástica circense surgiu a partir das atividades artísticas circenses. Esse tipo de exercício envolve equilíbrio e manipulação de alguns materiais, como malabares, por exemplo.

É provado por pinturas que as práticas de acrobacias, contorcionismo e equilibrismo já eram feitas há 5000 anos na China. Essas atividades também estiveram presentes nos primórdios das civilizações do Egito, da Grécia e da Índia.

A prática do circo moderno surgiu com Philip Astley, um oficial inglês da Cavalaria Britânica, que em 1770 inaugurou, em Londres, o Astley's Amphitheatre – um anfiteatro para a apresentação de espetáculos com equilibristas, palhaços e saltadores.

Graças ao grande sucesso dos circos contemporâneos, como o Cirque du Soleil, as pessoas passaram a procurar a prática da ginástica circense como forma de manter a saúde e eliminar o excesso de peso.

Dentro da ginástica circense, temos as modalidades de acrobacias, como trapézio, tecido, solo, grupos, banquinas e mastro chinês; trampolim acrobático; malabares; equilíbrio com perna-de-pau, monociclo, corda bamba; além de artes cênicas e dança.

A prática da ginástica circense pode ser feita com materiais adaptados, como bolinhas de malabares, claves, diabolôs, argolas, rolo americano, etc.