O Maior Agente de Contribuição para o Efeito Estufa...

O Maior Agente de Contribuição para o Efeito Estufa...

Quem contribui para o Efeito Estufa?
A maior parte da retenção de raios infravermelhos (calor) é devida ao vapor d’água. Se o planeta se aquecer por causa do aumento das emissões dos gases do efeito estufa produzidos pelo homem, uma quantidade ainda maior de vapor de água pode ir para a atmosfera, provocando um aquecimento ainda maior, como num círculo vicioso.

Em ordem de importância, depois do vapor d’água vem o dióxido de carbono (CO2), produzido pela queima de combustíveis fósseis e de madeira, e também por milhares de processos naturais, como a digestão das minhocas e cupins, a decomposição orgânica e a respiração dos seres vivos.

Tanto o vapor d’água quanto o CO2 absorvem na faixa espectral do infravermelho, no comprimento de onda que varia entre 3 e 30 mícrons. No comprimento de onda entre 8 e 12 mícrons, porém, onde está a maioria das radiações provenientes da superfície terrestre, a absorção é menor. Essa rota potencial de fuga, porém, é obstruída por outra classe de gases do efeito estufa, que é altamente absorvente na faixa dos 8 aos 12 mícrons. São o metano, os óxidos de nitrogênio e os halocarbonos, que incluem os clorofluorcarbonos (CFCs) e seus pares.

O metano é emitido por cupins, aterros sanitários, pântanos, plantações de arroz, sistemas digestivos de grandes animais (inclusive o nosso), mineração de carvão, vazamentos de gás natural e queima de vegetação nos trópicos, entre outras causas. No nível molecular, o metano é cerca de 60 vezes mais eficiente na absorção da radiação da superfície da Terra do que o CO2.

Os óxidos de nitrogênio são produzidos pelos solos, na aplicação de fertilizantes, na combustão e em vários processos industriais. No nível molecular, são cerca de 270 vezes mais eficientes do que o CO2 na retenção dos raios infravermelhos.

Somente os halocarbonos não têm uma fonte natural. Os CFCs foram amplamente usados como refrigeradores e na fabricação de espumas plásticas, antes de um tratado internacional, chamado Protocolo de Montreal, restringir sua produção em 1987. O tratado não afeta muitos de seus substitutos, os compostos químicos conhecidos como HFCs e HCFCs. Alguns halocarbonos são milhares de vezes mais eficientes, no nível molecular, na retenção do calor em relação ao CO2.


Fonte:
http://www.profcupido.hpg.ig.com.br/quem_contribui_para_o_efeito_est.htm

Leia também! Assuntos relevantes