O Crescimento Do Diabetes No Brasil

O Crescimento Do Diabetes No Brasil

Por

O CRESCIMENTO DO DIABETES INFANTIL NO BRASIL

AUTORES
Kallyani de Souza¹, Larissa Dark Teixeira Luz¹, Tamires Barbosa Pinheiro¹, Claudia Silva Lana²

RESUMO
O diabetes é uma doença crônica e causa desordens metabólicas, atacando a circulação sanguínea comprometendo vários órgãos,devido a níveis elevados de glicose no sangue pela não produção de insulina ou produção insuficiente da mesma.

O diabetes melitos (tipo 2) que no passado era raro em crianças,atualmente cresce cada vez mais,devido ao grande número de crianças obesas que contribuem para a manifestação precoce do DM (tipo2). É importante que os pais fiquem em alerta com a rotina alimentar dos seus filhos, pois, nesse caso adotar uma vida saudável diminui as chances de desenvolver o DM.

Já no diabetes tipo 1 os pais têm que estar de olho nos filhos, pois o quanto cedo for o diagnóstico menos complicações a criança encontrará ao longo de sua vida.


ABSTRACT
Diabetes is a chronic disease and metabolic disorders cause by attacking the blood circulation committing various organs, due to high levels of blood glucose by producing insulin or not producing enough of it.

Diabetes mellitus (type 2) in the past that was rare in children, now growing increasingly due to the large number of obese children contributing to the early onset of DM (tipo2). It is important that parents are on alert with the routine maintenance of their children, because in that case adopt a healthy lifestyle reduces the chances of developing diabetes.

Already in diabetes type 1 the parents have to keep an eye on the children, as soon as the diagnosis for the child are less complications throughout his life.

__________________________________________

¹ Alunas do Curso de Biomedicina pela UNIPAC Ipatinga/MG.

² Professora Orientadora da Unipac Ipatinga MG


1 – INTRODUÇÃO
O diabetes é uma doença incurável causada por uma deficiência de insulina que é um hormônio produzido pelo pâncreas. A insulina atua levando glicose do sangue para dentro das células, proporcionando energia para as atividades celulares.

A ausência total ou parcial da insulina causa deficiência no metabolismo, originando maior concentração de glicose no sangue, provocando reação inflamatória nas pequenas artérias degenerando suas terminações,comprometendo toda a circulação sanguínea que como conseqüência,diversos órgãos são atingidos.

Existem dois tipos principais de diabetes: O (tipo 1)que geralmente ocorre na infância ou adolescência, que representa entre 5% e 10% dos portadores. E o tipo 2 manifestando em adultos, mas hoje em dia estamos vivendo uma epidemia com aumento expressivo da incidência do diabetes tipo 2 em crianças o que antes era raro de se desenvolver.

No diabetes (tipo1) o corre ataques auto-imunes ou seja, o próprio organismo o ataca, promovendo a destruição das células do pâncreas ,que o torna incapaz de produzir insulina.

Além da predisposição genética para o desenvolvimento do diabetes,outros fatores também pode promover essa doença ,pois alguns cientistas encontraram sinais de enterovírus no tecido pancreático de crianças ,sendo que 60% das pesquisadas apresentavam diabetes( tipo 1) já em pessoas com tipo 2 da doença encontraram sinais de infecção do vírus nas células produtoras de insulina.

Essa pesquisa foi confirmada quando analisaram tecidos retirados em autópsia de 72 crianças que morreram menos de 12 meses após descobrirem a doença, e comparou com amostras retiradas de crianças que não apresentavam diabetes.

O diabetes tipo 1 pode ocorrer desde o nascimento ou até cerca dos 20 anos de idade e até mesmo no feto(intra uterino)devido a uma alimentação não balanceada feita pela mãe e predisposição genética.

O consumo exagerado de alimentos pouco saudáveis e industrializados tem levado crianças a obesidade e com apenas 10 anos já manifestando o DM (tipo 2). segundo a Organização Mundial de Saúde(OMS) 155 milhões de jovens estão obesas no mundo , no Brasil esse número cresceu nos últimos 20 anos com cerca de 240% de crianças com sobre peso, esse fato pode ser explicado devido a má alimentação. Algumas propagandas de salgadinhos, biscoitos recheados, refrigerantes industrializados e até mesmo as merendas escolares são fatores que induzem a obesidade infantil, principalmente a gordura visceral e abdominal,promovendo alterações metabólicas como por exemplo o diabetes tipo 2,que provoca por diversas formas e graus a resistência a insulina ,quando o pâncreas produz pouca insulina e se torna incapaz de transportar a

glicose para as células .

Foram observadas 310 crianças de ambos os sexos com idades de 6 a 10 anos em escolas públicas de São Paulo na cidade de Lins, pode ser observado que os riscos para o diabetes tipo 2 estão presentes nas crianças com essa faixa etária.

Sabe-se que existem dois hormônios produzidos pelo tecido adiposo que está envolvido no aparecimento do diabetes, a resistina que diminui a ação da insulina e adiponectina que facilita a capacidade da insulina agir nas células.Pessoas obesas produzem níveis elevados de resistina e pouca adiponectina,levando ao possível diabetes melitos

2 - SINTOMAS
Sede, urinar em demasia,são sintomas que podem passar desapercebidos,mas quando a criança tem por volta dos 5 anos de idade ;os sinais se tornam mais claros com perda excessiva de peso e sente muita fome,é importante que o diabetes tipo 1 age de forma intensa podendo levar ao coma rápido se não for tratado ,por isso os pais devem estar em alerta com seus filhos.

O tipo 2 é silencioso podendo ter outros sintomas como cansaço, tontura, visão turva, câimbras e formigamentos.

Pode ocorrer:

Hiperglicemia: quando a glicose não é transformada em energia para as células e não é eliminada na urina ( neste caso a criança sentirá muita sede).

Hipoglicemia: a glicose não é transformada em energia; mas existe baixa glicose no sangue;pois ela é liberada do organismo através da urina(provocando tremores;suores taquicardia e falta de respostas a estímulos

3 – TRATAMENTO
Para portadores de diabetes tipo 1 é necessário aplicações diárias de insulina,o que varia de indivíduo, fazer uso de estilo de vida saudável,como uma dieta rica em fibras e pobre em açúcar.

No tipo 2,alguns medicamentos via oral podem aumentar a ação da insulina no organismo .

Pacientes em estágios mais avançados precisam tomar doses de insulina. Na fase inicial alguns portadores conseguem manter o diabetes sob controle apenas com dietas e atividade física.

Mas somente o médico poderá prescrever qualquer dose de insulina o outo medicamento e até mesmo algum esforço físico.

Os pais como educadores devem instruir a alimentação dos seus filhos,pois o primeiro passo é não excluir nenhuma refeição como por exemplo os lanches,porém é necessário um planejamento

alimentar, para manter um equilíbrio entre o portador as calorias ingeridas e o exercício físico.

É importante um auxílio de um glicosímetro que irá monitorar o diabetes do seu filho.


4 – COMPLICAÇÕES
As complicações do diabetes estão ligados a alta glicemia, comprometendo vários órgãos do corpo ao longo do prazo, o portador pode manifestar retinopatia progressiva(infecção na retina ocular;que provoca cegueira),apresenta lesões nos rins, nervos, pressão alta, derrame, infarto, doenças pulmonares, devido a má circulação.


5 – RESULTADO
Segundo dados da sociedade epidemiológica de diabetes surgem todos os anos cerca de70 mil casos em pessoas com menos de 15 anos com diabetes . Sendo que o crescimento da doença tipo 1 desta idade afeta apenas 3% dos casos . De acordo com a OMS 155 milhões de jovens estão obesos e no Brasil estimula se que 240% das crianças sofrem com o sobre peso é um número assustador, pois, além de outras doenças a obesidade provoca o diabetes melitos.


6 – CONCLUSÃO
Sabe-se que o diabetes não tem cura,e os portadores dessa doença podem levar uma vida saudável, desde que tenha uma disciplina com ele mesmo. No caso das crianças , inicialmente esse papel é dos pais,pois orientar seus filhos como alimentar se bem , levá-lo ao médico ,auxiliar com os medicamentos, como por exemplo injetar doses de insulina diariamente. Para os portadores do diabetes tipo 1 quanto mais cedo tratar,menos complicações aparecerão no futuro.

Mas o que tem sido preocupante é o desenvolvimento do diabetes melitos em crianças, devido a um péssimo estilo de vida, pois, se ela já tem um histórico genético de diabetes e se adapta a um estilo de vida nada saudável como exemplo a obesidade,sedentarismo,isso contribuirá para um desenvolvimento precoce que poderia manifestar mais tarde ou talvez nem aparecer.


7 – REFERENCIAS
Esse estudo foi concluído, a partir da análise e interpretação de dados obtidos por artigos.Portanto tem características qualitativas exploratória, destinada para fins informativos.

http://www.bonde.com.br/bonde.php?id_bonde=1-2--425 acesso em 24/03/2009 às:16:40

http://www.drauziovarella-artigosdiabetes.mht acesso em 09/03/2009 às:22:22

http://portaldiabetes- embuscadacura.mht acesso em 08/03/2009 às18:39

http://www.diabetenet.com.br/contéudocompleto.asp?idcontéudo=3780 acesso em 06/03/2009 às13:32

http:www.estação-diabeteinfantilcomodetecta.htm acesso em 10/03/2009 às 13:20

http://diabete,vidaecomunidadeobsidade.mht acesso em 09/03/2009 às 22:30

Leia também! Assuntos relevantes