O confucionismo é considerado como uma religião, um sistema filosófico e uma doutrina. Esta religião foi criada pelo filósofo e pensador chinês Confúcio, durante o século VI a.C.

Basicamente, o confucionismo aborda conceitos filosóficos, pedagógicos, políticos e morais. O filósofo Confúcio pregava a busca pelo Tao, que é o caminho superior, capaz de garantir uma vida plena de equilíbrio entre os desejos e anseios materiais, sexuais, de prazeres cotidianos e espirituais.


Valores do Confucionismo

Os valores pregados pelo confucionismo são: estudo, disciplina, consciência política, trabalho e respeito à moral. Estes valores são apresentados aos seguidores da filosofia em templos confucionistas e rituais de ordem social.

Essa doutrina filosófica já foi a religião oficial da China, entre os séculos II e XX. Ainda hoje essa é uma prática comum entre os orientais.

A ideologia religiosa e sociopolítica de Confúcio tem como objetivo satisfazer as vontades do céu e da terra. Segundo o pensador chinês, é importante buscar a harmonia entre a vida e a fé.

De certa forma, essa filosofia englobava ensinamentos de diversos cultos religiosos da antiguidade chinesa, dando origem a um verdadeiro sincretismo de religiões. A doutrina foi praticada de forma constante na China por dois mil anos e chegou a ter milhões de seguidores.

Além da China, a religião também foi bastante praticada no Japão e na Coreia do Sul. Nessa doutrina de Confúcio não existe Deus. Para o filósofo, a família era a base da sociedade. O Confucionismo também pregava o culto aos antepassados.


Dimensões humanas do confucionismo

Segundo o confucionismo, os seres humanos apresentam quatro dimensões. São elas: o Eu, a Comunidade, a Natureza e o Céu. A religião também fala sobre as virtudes humanas, que são:

· Amar o próximo;
· Ser justo;
· Ter comportamentos corretos;
· Ter consciência da vontade dos céus;
· Cultivar a sabedoria e a sinceridade.


As ideias e ensinamentos de Confúcio foram descritos nos livros: Shu Ching; Shih Ching; Li Ching; Chun-Chiu e o I Ching.


Conheça a biografia de:

Confúcio


Características do confucionismo

O confucionismo tinha como principais características:

· A valorização da família e do casamento;
· A continuação das tradições;
· Os preceitos éticos e filosóficos;
· A missão de conciliar as vontades do céu e os prazeres da vida na terra.


Essa ideologia religiosa e política ficou conhecida como os “ensinamentos dos sábios”. A ideia era fazer com que seus seguidores buscassem sempre um modo de vida equilibrado nos bens materiais, nas emoções e nos desejos.

Atualmente, na China, cerca 25% da população ainda é adepta do Confucionismo. No mundo, estima-se que 6,5 milhões de pessoas sigam essa doutrina.

Leia também! Assuntos relevantes