Nilo Peçanha

Por

Nilo Peçanha foi presidente do Brasil. O político nasceu no dia 2 de outubro de 1867, na cidade de Campos, no Estado do Rio de Janeiro. Vindo de uma família de trabalhadores do campo, Nilo Peçanha estudou o 1° grau em sua cidade natal, e depois completou os estudos no Rio.

Nilo Peçanha estudou direito na Faculdade de Direito do Recife, em Pernambuco. O jovem sempre teve um interesse pela política e acabou engajado em campanhas políticas abolicionistas e republicanas.

Em 1890, Nilo Peçanha foi eleito deputado constituinte. Em 1903, ele acabou eleito presidente do Estado do Rio de Janeiro. Já em 1906, Peçanha se tornou vice-presidente da chapa de Afonso Penna. Depois da morte do presidente, Nilo Peçanha assumiu a presidência do Brasil. Na época, o político tinha apenas 41 anos de idade.

Durante o governo de Peçanha, o Brasil vivia o início da política do Café com Leite, marcada por uma disputa pelo poder entre São Paulo e Minas Gerais. O governo de Peçanha durou apenas um ano e três meses. Depois desse período, a oligarquia paulista indicou o político Rui Barbosa para assumir a presidência e suceder Peçanha.

Em seu breve mandato como presidente Peçanha restaurou o Ministério da Agricultura, Indústria e Comércio e incentivou a policultura. Ele também contribuiu para diminuir a dependência econômica do país e criou o serviço de proteção ao índio.

Em 1910, Nilo Peçanha foi substituído por Hermes da Fonseca. Em 1921, Nilo Peçanha voltou a concorrer à presidência como candidato da chapa Reação Republicana, mas não foi eleito. Nilo Peçanha morreu em 1924, no Rio de Janeiro.

Leia também! Assuntos relevantes