Nativos Brasileiros


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Nativos Brasileiros

Primeiramente a denominação "índio" não é coerente, sendo que os portugueses deram esse nome aos nativos que viviam aqui, pois eles pensaram que tinham chegado à Índia. Quando o português entrou em contato com o nativo ele percebeu diferenças entre eles, mas ele não soube respeitar isto. Os primeiros a classificarem foram os Jesuítas, que os classificaram em "Tupi"("língua solta) que viviam no litoral e os "Tapuias"(língua travada) que viviam no interior do Brasil. Os Tupis tiveram muito contato com os portugueses. No século XIX dois alemães, Von Martuis e Von den Stein, decidiram fazer uma classificação científica dos nativos, eles os classificaram de acordo com o tronco lingüístico, o tronco Tupi e o tronco Tapuia que era dividido em três: Jês, Caraíbas e Aruaques. Atualmente usa-se a etnologia levando em consideração a língua, a região e os objetos utilizados, e assim se chega a uma classificação.

O contato entre nativos e brancos foi muito ruim para o lado dos nativos que levaram a pior, pois eles tinham um estilo de vida que não foi respeitado, eram de certa forma atrasados tecnologicamente, não tinham ambição, nem armas de fogo. O branco trouxe várias doenças que mataram muitos nativos, a igreja queria fazer a catequização dos nativos e os brancos fizeram um verdadeiro genocídio dos nativos.


Contatos entre brancos e nativos no decorrer da história do Brasil
O caminho para a Índia era controlado por Gênova e Veneza, então por isso Portugal tentou achar outro caminho se lançando no Atlântico, até que chegou "acidentalmente" ao Brasil. No início o Brasil não apresentava nenhum interesse a Portugal, pois ele estava se dando bem com o comércio no Oriente, e o Brasil não apresentava nenhuma riqueza. De 1500 a 1530 Portugal mandava raramente expedições ao Brasil que ainda não tinha despertado seus interesses. Essa expedições vinham em busca do Pau-Brasil, usado como corante e na construção naval, o Pau-Brasil era retirado pelos nativos que os armazenavam nas feitorias, e quando as expedições chegavam os nativos pegavam a madeira

Colocavam ela nos navios e em troca recebiam bugigangas(pentes, espelhos, colares), o nome dessa troca é escambo. Então com o passar do tempo o nativo que não tinha ambição e já tinham as bugigangas necessárias param de pegar o Pau-Brasil, com isso os brancos começam a obrigá-los a fazer esse trabalho, e assim alguns nativos se revoltam, muitos são mortos, outros fogem para o interior do país e os que ficam são escravizados.

Em 1530 o Brasil começou a despertar o interesse de alguns países, então Portugal decidiu mandar pessoas virem morar aqui, pois era a única forma de proteger a costa do Brasil. Eles davam a terra e condições para eles morarem aqui essas terras distribuídas eram as sesmarias, e nessa época a cana-de-açúcar era a produção mais rentável,pois o açúcar era um produto muito procurado e exótico, eles produziam em latifúndios, monocultores e no início usavam a mão de obra nativa. Isso foi um choque imenso para os nativos que tiveram que se adequar ao estilo de vida imposto pelo branco. Portugal estava descontente com o comércio no Orientem, pois não estava dando muito lucro, então eles decidiram proibir a escravização nativa e decidiram vender o negro africano para os latifundiários. A igreja queria catequizar os nativos. Isso proporcionou uma aculturação dos nativos eles tiveram uma espécie de "lavagem cerebral’, pois perderam sua cultura de origem e estavam aprendendo uma nova totalmente diferente. Como a expectativa de vida dos escravos negros era muito baixa, teve uma época que os escravos estavam acabando, com isso os Bandeirantes penetraram no interior do Brasil a procura de nativos novamente, e ele atacam tribos "selvagens"(nunca tiveram contato com o branco) e as missões jesuítas, sendo que os nativos das missões o gentio, era mais caro, pois ele já estava aculturado e era mais fácil lidar com ele.

No século XVII encontrou-se ouro no Mato Grosso, Goiás e outros estados do interior do Brasil. Isso causou a morte de muitos nativos, e nessas regiões no interior do Brasil surgem cidades, e com o surgimento dessas cidades o contato entre o branco e o nativo é extremamente prejudicial ao nativo, pois eles contraem doenças que eles nunca tiveram contato, essas doenças mataram centenas de nativos.

No século XIX e XX surge o café e ocorre um verdadeiro extermínio da natureza, pois era necessário a construção de estradas de ferro para o transporte. Com a 2º Revolução industrial a borracha era uma matéria muita utilizada e requisitada, e o Brasil tinha muita matéria prima para a produção deste, principalmente no Norte do Brasil, o que causou mais uma vez o extermínio do nativo do interior do Brasil.

As principais causas do extermínio do nativo são:
Garimpos;
Rodovias;
Exploração de madeira;
Posse de terra.

Em 1910 foi criado o SPI(sistema de proteção ao índio), ele colocava os nativos em reservas florestais, mas não deu certo, pois mesmo assim o homem branco não respeitava, como ele não respeita até hoje. Em 1969 foi criado a FUNAI que também não deu certo. Em 1988 colocou-se na constituição alguns dos direitos dos nativos, e como sempre os direitos dos brasileiros nunca saem do papel.Mas as únicas organizações que deram certo foram as não-governamentais.

Todo este extermínio do índio se deve a ambição do homem branco.


Comunicado da equipe grupoescolar.com:
As opiniões expressas nesse artigo é de responsabilidade do seu autor. Somos apenas um veículo de comunicação e não compactuamos com nenhuma opinião sobre o tema.


Fonte:
http://www.estudanet.hpg.ig.com.br/nat-bras.htm




Leia também! Assuntos relevantes.

A origem dos feriados no Brasil
O Brasil conta com vários feriados civis e religiosos ao longo do ano. Essas datas são determinadas por leis federais, estaduais e municipais. Os f...

Comidas Típicas - Região Nordeste do Brasil
A formação cultural do Nordeste, região com área de 1.561.177,8km2, gerou a mais diversificada culinária do Pais. Marcada, no entanto, por singula...

Sociedade Indígena
História da América Sociedade Indígena Quando os europeus chegaram na América, encontraram dois tipos de sociedades: primitiva e civilizada. No...

Equipe econômica (segura) crise no Brasil
Por Cristiano Catarin - 14/12/2008 O mundo está passando por uma grave crise impulsionada, primariamente, pelo enorme desequilíbrio contido nas rel...

O Brasil Indígena
O universo indígena aqui referenciado contempla as comunidades aldeadas em terras indígenas, ou seja, não apresentamos dados sobre o contingente indíg...

Reforma Política Brasileira
Senado e Câmara dos Deputados divergem sobre os pontos da Reforma Política apresentada pela presidente Dilma Rousseff. Em meio às manifestações pop...

Caos Aéreo no Brasil
No ano de 2006 estourou uma crise nos aeroportos nacionais conhecida como apagão aéreo. Graves falhas no setor da aviação civil fizeram com que o tran...

O Brasil e o Bric
A sigla Bric foi criada em 2001, pelo economista Jim O'Neill, do banco de investimentos Goldman Sachs. Essa sigla apontava, na época, Brasil, Rússia, ...

Árvores do Brasil em Extinção
ÁRVORES BRASILEIRAS EM EXTINÇÃO Dentre a literatura sobre árvores nativas brasileiras mais conhecidas, não constam muitos detalhes sobre as espécies ...

Vegetação do Brasil
O conceito de sistemas ambientais é recente e ganha destaque após a realização da ECO-92. De acordo com os geógrafos, a nova classificação é mais abra...

Fale Conosco | Feed / RSS | Google + | Twitter |

Novos assuntos sobre educação no seu e-mail

Site destinado a educação, estudos, informação e pesquisa escolar. Não incentivamos a prática de trabalhos escolares prontos.

Somos um veículo de comunicação. Não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.

Cópia ou reprodução de conteúdo somente se citada a fonte.

© 2015 - Grupo Escolar - Todos direitos reservados