Miguel de Cervantes

Miguel de Cervantes ou simplesmente Cervantes e um dos maiores nomes da literatura moderna ocidental. Com romances, poesias e peça de teatro em sua biografia, até hoje sua obra inspira e influencia criações literárias diversas.
Na sequência, iremos conhecer um pouco de sua história e suas principais obras.


Vida


Filho de um médico cirurgião chamado de Rodrigo e de uma dona de casa chamada de Leonor de Cortinas, Miguel de Cervates Saavedra supostamente nasceu em Alcala de Henares, cidade espanhola, em 29 de setembro de 1547.Foi batizado em Castela no dia 9 de outubro do mesmo ano na igreja Santa Maria de Mayor. Em sua carta de batismo consta:

“Domingo, nove dias do mês de outubro, ano do Senhor de mil quinhentos e quarenta e sete anos, foi batizado Miguel, filho de Rodrigos Cervantes e sua mulher dona Eleonor. Batizou-lhe o reverendo senhor Bartolome Serrano, cura de Nossa Senhora”, sendo dela retirada a provável data de seu nascimento.

Devido a vida nômade que seu pai levava, entrou para o exército espanhol, onde lutou a batalha naval de Lepanto em 1571, combatendo os turcos. Nesta batalha, sofreu um grave ferimento na mão esquerda, que a deixou inutilizável pelo resto de sua vida.

Em 1575, combatendo os turcos na África, e capturado e mantido em cárcere em Argel por 5 anos, sendo liberado em 1580 mediante o pagamento de seu resgate e voltando para a Espanha, em Madri, trabalhando como comissário de víveres do rei espanhol Felipe II. Neste período, publicou sem sucesso a novela “La Galatea” e alguns poemas, além de se casar com uma jovem 22 anos mais nova que ele, casamento também sem sucesso pois durou apenas um ano.

Em 1585, muda-se para Portugal e começa a trabalhar como cobrador de impostos, função que exerceu por 10 anos, sendo acusado de roubo. Também trabalhou em uma catedral italiana, pais que se encontrava em plena ebulição cultural devido ao renascimento.

Foi somente aos 58 anos, com a publicação da primeira parte de sua obra-prima, que ganha reconhecimento do público e da crítica. Falece em 23 de abril de 1616, mesmo dia de falecimento de William Shakespeare.

Miguel de Cervantes Foto

Obra

A obra mais famosa de Cervantes e sem nenhuma dúvida Dom Quixote de la Mancha, na qual narra as aventuras do fidalgo Dom Quixote e seu escudeiro Sancho Pança. Mesmo depois de diversos séculos de seu lançamento, a obra continua sendo um sucesso de público e de crítica, vendendo diversos exemplares e influenciando autores de diversas gerações e ramos literários.

Saiba mais sobre:
Dom Quixote

No entanto, o autor possui diversas outras publicações, que apesar de não serem tão famosas quanto Dom Quixote de la Mancha, são obras geniais, com o humor e a sátira características do autor. Dentre elas:

La Numancia;
La Galatea;
Novelas Ejemplares (Novela del Casamiento Engañoso, La Gitanilla, El amante liberal,
La española inglesa, Riconete y Cortadillo, Licenciado Vidriera, La fuerza de la la sangre, El celoso extremeño, La ilustre fregona, La de los perros Cipón y Berganza, Novela de la Señora Cornelia, Novela de las Dos Doncellas);
Viaje ao Parnaso;
El gallardo español;
Los baños de Argel;
La cueva de Salamanca;
La entretenida;
La casa de los celos;
El laberinto de amor;
El rufian dichoso;
La guarda cuidadosa;
Pedro de Urdemales.

Leia também! Assuntos relevantes