Medula óssea

Por

A medula óssea é um elemento do corpo humano. Ela está presente no preenchimento dos ossos e atua na produção de importantes elementos do sangue.

Também chamada de tutano, a medula óssea nada mais é do que um tecido gelatinoso, encontrado na cavidade interna de alguns ossos. Ela é responsável pela produção de hemácias, leucócitos e plaquetas.

Biologicamente, a medula óssea é considerada um órgão hematopoiético. Alterações no funcionamento da medula óssea dão origem a diversas doenças, como a leucemia, por exemplo.

No que diz respeito à constituição, a medula tem um tecido esponjoso mole. Sua função é renovar os componentes do sangue de maneira contínua. É um tecido com expressiva e importante atividade no organismo.

Na renovação dos glóbulos vermelhos, a medula utiliza os restos de glóbulos vermelhos e o ferro da hemoglobina. Quando uma pessoa sofre de alguma doença relacionada à medula óssea, o tratamento mais recomendado é o transplante de medula, mas, infelizmente, a probabilidade de encontrar um doador compatível é remota, chegando a uma em cem mil.

A doação de medula óssea é altamente incentivada na sociedade, sendo que qualquer pessoa entre 18 e 55 anos de idade e boa saúde pode ser doador. Esse gesto é nobre e ajuda a salvar a vida de pessoas no mundo inteiro, mesmo com a dificuldade de compatibilidade.

Na doação, a medula é retirada dos ossos da bacia por meio de punções. O procedimento não apresenta riscos e a medula do doador se recupera completamente em apenas 15 dias.

Para ser doador, basta se cadastrar no Registro de Doadores de Medula Óssea, em qualquer hemocentro do Brasil. A compatibilidade é detectada por um teste laboratorial que avalia as características genéticas do doador.

Leia também! Assuntos relevantes