Mecânica no Século XX

Mecânica no Século XX

Por

A mecânica evoluiu muito ao longo dos anos, principalmente durante todo o século XX. A teoria da mecânica teve várias contribuições importantes de alguns físicos e matemáticos ilustres, como Albert Einstein.

A mecânica do século XX descreveu com muita precisão o movimento dos corpos. Isso aconteceu graças às técnicas de observação do universo e dos fenômenos.

As principais evoluções da mecânica no século XX estiveram relacionadas à teoria da relatividade e da física quântica.

A primeira mudança fundamental da mecânica veio com os trabalhos de Albert Einstein na Teoria da Relatividade. Essa teoria surgiu para complementar as inconsistências teóricas das bases da mecânica clássica e da eletrodinâmica. A Teoria da Relatividade foi proposta por Einstein em 1905 e contava com dois princípios:

O primeiro dizia que os eventos físicos são os mesmos para quaisquer referenciais com velocidade relativa constante. O segundo dizia que a velocidade da luz é a mesma para qualquer referencial inercial.

As teorias de Einstein modificaram o conhecimento sobre tempo e espaço, criando uma inter-relação entre a posição do evento e o instante em que ele ocorre. Essa teoria alterou alguns pontos da mecânica clássica.

Einstein também mostrou que a velocidade da luz é uma velocidade limite, e que nada no universo é capaz de atingir esta velocidade. Na mecânica clássica, não existia o conceito de velocidade limite. Com essas novidades, surge uma nova mecânica, chamada de Mecânica Relativística.

Também na mecânica do século XX surgem o conceito de massa, a variação da massa com a velocidade, a energia e algumas equações importantes, como a que diz que existe um equivalente em energia na massa de um objeto. Como podemos ver, a mecânica do século XX mudou os conceitos de espaço, tempo, massa e energia.

Ainda no século XX, surge o conceito de fótons das ondas eletromagnéticas e inicia-se o estudo da mecânica quântica. Nesse contexto, podemos citar o efeito fotoelétrico de Albert Einstein.

Esses estudos também já tinham sido feitos por Planck, em 1902, quando houve a explicação da radiação do corpo negro. Essas descobertas abriram caminho para a mecânica quântica, com o entedimento dos sistemas de dimensões atômicas e moleculares.

A mecânica quântica quebrou o determinismo da mecânica de Newton, e instaurou a previsibilidade do futuro de um sistema a partir da análise das condições inicias do mesmo.

Vale lembrar que a mecânica relativística e a mecânica quântica não tornaram a mecânica clássica sem validade. Elas apenas contribuíram para o entendimento de algumas questões que a mecânica clássica não havia determinado com precisão.

Muitas outras áreas da Física também se desenvolveram no século XX, como a hidrodinâmica, que estuda o movimento dos fluidos; e os estudos de mecânica celeste.

Leia também! Assuntos relevantes