Mecânica Celeste

Mecânica Celeste

Por

Os estudos dessa ciência deram origem aos satélites artificiais e aos sistemas de GPS.

A mecânica celeste é uma área da física e da astronomia que estuda os movimentos dos corpos celestes, levando em conta a gravitação.

Nesse estudo são considerados os satélites artificiais, os cometas e os asteróides, que sofrem uma influência grande das forças não gravitacionais, como a pressão de radiação e o atrito.

O objetivo da Mecânica Celeste é determinar as posições relativas dos astros e suas variações com o tempo. Para isso, essa ciência faz uso de dados da astrometria e da Mecânica Clássica.

A mecânica celeste é parte da astronomia. O estudo do movimento relativo dos astros traz ao homem a possibilidade de calcular as distâncias e as posições dos astros do Sistema Solar, determinar massas de estrelas, calcular órbitas de satélites artificiais em torno da Terra e determinar as trajetórias de sondas espaciais.

Com a mecânica celeste podemos conhecer as massas de planetas, satélites e estrelas, aplicando as leis universais da mecânica ao estudo do movimento ou equilíbrio dos corpos celestes sujeitos às forças da gravidade.

Os estudos dessa ciência deram origem aos satélites artificiais e os sistemas de posicionamento terrestre, como o GPS.

Os precursores da mecânica celeste foram Copérnico, Galileu, Kepler e Newton.

No Brasil, é possível estudar mecânica celeste nos cursos de Astronomia da UFRJ e da USP. Os astrônomos também podem optar por uma especialização em Mecânica Celeste.

Leia também! Assuntos relevantes