O luteranismo é uma religião cristã, que segue a ideologia apresentada por Martinho Lutero, um frade reformista que propôs uma nova teologia e uma reforma para a igreja católica. Essa religião surgiu com a Reforma Protestante, que dividiu os cristãos entre católicos e luteranos, em 1521.

Depois da criação do Luteranismo, Martinho Lutero foi excomungado da Igreja Católica. A religião de Lutero pregava que só era possível alcançar a salvação pela graça e pela fé em Cristo. Já a igreja católica pregava que a salvação poderia ser conquistada pelo amor e pelas boas obras.

O Luteranismo foi a primeira religião criada como resultado da Reforma Protestante. Martinho Lutero começou a questionar a doutrina católica e, com isso, conquistou inimigos.

Em 1517, ele escreveu a obra chamada “As 95 teses”, na qual criticava a venda de indulgências praticada pelos católicos. Em resposta, o papa Leão X escreveu uma carta condenando a obra de Lutero.

Martinho Lutero acabou sendo considerado um herege, mas teve a proteção da nobreza alemã. A doutrina luterana foi publicada na obra Confissão de Augsburgo.

Martinho Lutero

O que prega o Luteranismo?

O luteranismo prega a salvação pela fé, afirma que os fiéis devem fazer livre interpretação da Bíblia e defende o fim do celibato e da adoração a imagens. Além disso, a religião defende a subordinação da Igreja ao Estado.

A nova religião causou diversas revoltas e até violência. Somente em 1555, após a assinatura da Paz de Augsburgo, os conflitos religiosos foram contidos. Esse acordo dava aos príncipes alemães o direito de adotar qualquer religião.

O luteranismo manteve algumas práticas litúrgicas e ensinamentos presentes na igreja católica, como a eucaristia, por exemplo. Entre as responsabilidades dos luteranos, é possível destacar a ida à igreja aos domingos, a oração, a leitura da Bíblia, a comunhão e o batismo.

Essa igreja está fortemente presente na Alemanha e na Escandinávia, mas o luteranismo também é praticado no mundo inteiro.


Luteranismo nos dias atuais

O luteranismo continua sendo uma religião bastante praticada nos dias de hoje. De fato, ela é uma das maiores e mais importantes religiões protestantes do mundo, registrando cerca de 80 milhões de seguidores.

Esse braço do cristianismo protestante, baseado nas ideias de Martinho Lutero, surgiu no século XVI, na Alemanha, e continua forte e influente.

Leia também! Assuntos relevantes