Lenda da Região Norte

Por

A região norte do Brasil tem várias lendas que nasceram do conhecimento tradicional dos povos indígenas. As lendas são baseadas em tradições da floresta Amazônica e dos índios primitivos.

Na região de Rondônia, por exemplo, as manifestações culturais deram origem a diversos contos e estórias com aspectos naturais. As influências marcantes da cultura indígena estão presentes em todos os Estados do norte do Brasil, principalmente entre as populações ribeirinhas.

A região da Amazônia abriga quase metade da população indígena do Brasil. Os mais de 220 povos nativos são responsáveis por todas as lendas e tradições do folclore da região.

Confira algumas lendas importantes da Região Norte do Brasil:

1 - Vitória-régia – Esta lenda é típica da região norte. Segundo esta história, a Lua era um deus que namorava as jovens índias de rara beleza. No entanto, a Lua sempre transformava as jovens em estrelas depois de namorá-las. Um dia, a guerreira Naiá, que sonhava com um encontro com a Lua, foi até à beira de um lago para admirar o seu deus. Quando ela viu a lua refletida nas águas, Naiá acreditou que o deus estava ali. A índia se atirou no lago e morreu afogada. Comovido com a situação, o deus Lua transformou a jovem índia em uma vitória-régia, uma flor branca e perfumada que só abre durante a noite.

2 – Mapinguari – Esta lenda é típica da região da Amazônia. O Mapinguari é um monstro bastante conhecido nas regiões do Pará, Amazonas e Acre. Esta criatura seria um monstro de pelo vermelho, odor forte e cerca de dois metros de altura. Este ser estranho vivia vagando pela floresta e assustando as populações tradicionais.

- Cobra Grande - Esta é uma das lendas mais conhecidas do folclore amazônico. Segundo a história, uma tribo indígena da Amazônia tinha uma índia grávida da Boiúna, a chamada Cobra Grande. A mulher deu à luz a duas crianças gêmeas. Os dois bebês também eram cobras e, por isso, foram jogados pela mãe num rio. O menino se tornou uma cobra boa, e a menina uma cobra perversa. Um dia, um soldado de Cametá conseguiu matar a cobra má e libertou Honorato da grande maldição da Cobra Grande.

Leia também! Assuntos relevantes