Leis de Kirchhoff

Leis de Kirchhoff

Por

As Leis de Kirchhoff foram formuladas em 1845 e receberam o nome do físico alemão Gustav Kirchhoff. Essas leis da física são baseadas no Princípio da Conservação da Energia, no Princípio de Conservação da Carga Elétrica e na regra que determina que o potencial elétrico mantém seu valor inicial depois de qualquer percurso realizado em trajetória fechada, ou sistema não-dissipativo.

As Leis de Kirchhoff são utilizadas em circuitos elétricos que apresentam mais de uma fonte de resistores em série ou em paralelo. Dois conceitos importantes dentro dessas leis são: Nós e Malhas.


Podemos dizer que:
Nó: é um ponto onde três (ou mais) condutores são ligados.

Malha: é qualquer caminho condutor fechado.



Vejamos agora os princípios que norteiam as Leis de Kirchhoff:

Primeira lei de Kirchhoff - Lei dos Nós
Essa lei define que em qualquer nó, a soma das correntes que o deixam é igual à soma das correntes que chegam a ele. Essa lei é consequência da conservação da carga total existente no circuito. Segundo essa lei, não há acumulação de cargas nos nós.

Segunda lei de Kirchhoff - Lei das Malhas
Essa lei define que a soma algébrica das forças eletromotrizes (f.e.m) em qualquer malha é igual a soma algébrica das quedas de potencial ou dos produtos iR da malha.

Leia também! Assuntos relevantes