Lei de Lenz


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Lei de Lenz

Segundo a lei de Lenz, qualquer corrente induzida tem um sentido tal que o campo magnético que ela gera se opõe à variação do fluxo magnético que a produziu.

Matematicamente, a lei de Lenz é expressa pelo sinal negativo que aparece na expressão da Lei de Faraday.

Para discutir a lei de Lenz vamos considerar uma bobina constituída de muitas espiras conectada a um amperímetro e um imã de campo magnético intenso que se aproxima dessa bobina com o pólo norte virado para ela.


A corrente induzida na espira tem o sentido indicado na figura porque, assim, gera um campo magnético cujo pólo norte se confronta com o pólo norte do imã. Os dois pólos se repelem, ou seja, o campo gerado pela corrente induzida se opõe ao movimento do imã.

Quando o imã é afastado da espira, a corrente induzida tem sentido contrario àquele indicado porque, assim, gera um campo magnético cujo pólo sul se confronta com o pólo norte do imã. Os dois pólos se atraem, ou seja, o campo gerado pela corrente induzida se opõe ao movimento de afastamento do imã.

O fato expresso na lei de Lenz, de que qualquer corrente induzida tem um efeito que se opõe à causa que a produziu, é a expressão, nesse contexto, do princípio de conservação da energia.

Se a corrente induzida atuasse no sentido de favorecer a variação do fluxo magnético que a produziu, o campo magnético da espira teria um pólo sul confrontando o pólo norte do imã que se aproxima, com o que o imã seria atraído no sentido da bobina.

Então, se o imã estivesse em repouso em relação à bobina e uma pequena quantidade de movimento na direção da bobina lhe fosse comunicada, ele seria atraído no sentido da bobina, sua velocidade aumentaria e, com isso, aumentaria a intensidade da corrente induzida, que geraria um campo mais intenso que, por sua vez, atrairia o imã com uma força maior e sua velocidade aumentaria mais ainda e assim por diante.

A pequena energia cinética inicial cresceria sem qualquer influência externa, violando o princípio de conservação da energia.

Fonte:
http://www.ufsm.br/gef/Eletro13.htm




Leia também! Assuntos relevantes.

Animais vivíparos
Os animais vivíparos são aqueles que possuem desenvolvimento embrionário, ou seja, que são formados dentro do organismo materno. Nesse tipo de animal,...

Bernardo Guimarães
No dia 15 de Agosto de 1825, na cidade de Ouro Preto, Minas Gerais, nasce Bernardo Joaquim da Silva Guimarães, onde vive apenas os primeiros quatro an...

Linhas de Campo (Campo magnético)
Linhas de Campo Para determinar a direção do campo magnético em um determinado ponto utilizamos uma bússola, com o seu eixo de giro colocado sobre o ...

Primavera árabe e suas vitórias populares contra a ditadura
A chamada Primavera Árabe é um movimento que surgiu pela internet para mobilizar as pessoas a iniciarem uma revolução popular. O ato começou em 2005 e...

Matéria e Antimatéria
O ramo da física que estuda os constituintes básicos da matéria é a Física de Partículas Elementares. Neste campo existe uma teoria chamada de Modelo ...

Histologia Animal
O Tecido Epitelial: a cobertura protetora do corpo Cobrindo o nosso corpo e forrando seus tubos e suas cavidades internas, encontramos um tecido, for...

Esclerênquima
Esclerênquima é tecido de sustentação dos vegetais, caracterizado por células de paredes primária e secundária espessadas. Ele é constituído por escle...

Macunaíma
Macunaíma é um clássico da literatura brasileira, escrito por Mário de Andrade. A obra é uma crítica à sociedade brasileira, lançada durante um fase d...

Animais Noturnos
Os animais noturnos tem olhos que possuem apenas bastonetes – tipo de fotorreceptor da retina do globo ocular que são extremamente sensíveis à luz, ap...

Superávit Primário
É chamado de superávit primário no cenário econômico público a quantidade financeira economizada pelo Estado, desconsiderando os prejuízos com os juro...

Fale Conosco | Feed / RSS | Google + | Twitter |

Novos assuntos sobre educação no seu e-mail

Site destinado a educação, estudos, informação e pesquisa escolar. Não incentivamos a prática de trabalhos escolares prontos.

Somos um veículo de comunicação. Não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.

Cópia ou reprodução de conteúdo somente se citada a fonte.

© 2015 - Grupo Escolar - Todos direitos reservados