Lei de Lambert

Lei de Lambert

Por

A Lei de Lambert foi criada em 1870 e estabelece uma relação entre a transmissão da luz e a espessura do meio que a absorve. Esta lei da física determina que quando um feixe de luz monocromática atravessa um meio transparente e homogêneo, cada camada deste meio absorve uma fração igual de luz. Dessa forma, a fração de luz que atravessa o meio é a mesma, independentemente do fator de intensidade da luz incidente.

Com esta conclusão Lambert determinou que: "A intensidade da luz emitida decresce exponencialmente à medida que a espessura do meio absorvente aumenta aritmeticamente". A lei foi determinada pela seguinte equação: I = Io . 10-x1

Onde:

I = Intensidade da luz transmitida

Io = Intensidade da luz incidente

x = coeficiente constante de absorção que depende do meio absorvente utilizado

1 = Espessura do meio absorvente


Esta lei foi chamada de Beer-Lambert e demonstrou uma relação empírica. Na física, esta lei é estudada na disciplina de óptica, responsável por relacionar os fenômenos que envolvem a luz. Neste contexto, a Lei de Lambert aponta que a absorção de luz depende das propriedades do material que ela atravessa.

Segundo a lei de Lambert-Beer, quando a luz é limitada a uma faixa de absorção, é possível obter resultados favoráveis mesmo em materiais com impurezas, como as vidrarias e o espectrofotômetro com grau de erro médio.

Leia também! Assuntos relevantes