Lei de Baer

Por

Karl Ernst von Baer foi um biológo nascido no condado de Lääne-Virumaa, no nordeste da Estônia. Ele se especializou em diversas áreas do conhecimento, como biologia, geologia, meteorologia e medicina.

Baer foi membro da Academia Russa de Ciências. Ele fundou a embriologia, ciência evolucionista. Na lei de Baer sobre a embriologia, "o embrião dos vertebrados é o início de um vertebrado". Isso quer dizer que um feto humano se desenvolve por estágios, nos quais ganha a forma geral de um vertebrado, depois de um mamífero, em seguida de um primata e, finalmente, de um ser humano.

Baer afirmava que a forma de um feto em evolução muda suas características gerais com o tempo. Assim, o embrião humano começa em estágios iniciais e se transforma radicalmente durante os 9 meses de gestação.

Von Baer formulou quatro leis para a embriologia. As formulações levavam em conta a teoria da ontogenia, que recapitula as formas embrionárias dos animais.

Von Baer tratou das relações estruturais específicas que se formam depois das genéricas, e registrou que o embrião de uma forma animal mais evoluída nunca se assemelha ao adulto de outra espécie animal. Von Baer acreditava na existência de quatro planos estruturais no reino animal: o dos radiados, o dos moluscos, o dos articulados e o dos vertebrados.

Lei da Geologia
Uma segunda lei, criada em homenagem a Karl Ernst von Baer, faz parte da geologia. Essa segunda lei diz respeito à ação assimétrica de erosões nas margens dos rios. A lei afirma que, com a influência do movimento rotativo do planeta Terra, no hemisfério norte, a erosão acontece principalmente nas margens da direita dos rios. Já no hemisfério sul, a ação acontece nas margens esquerdas.

Leia também! Assuntos relevantes