João Baptista Figueiredo

João Baptista Figueiredo

Por

João Baptista Figueiredo foi um político e militar brasileiro. Ele nasceu no dia 15 de janeiro de 1918, no Rio de Janeiro.

Figueiredo foi o último presidente da ditadura militar no Brasil. Ele participou das eleições de 1978 pelo partido ARENA - Aliança Renovadora Nacional. Ele foi presidente do Brasil entre 1979 e 1985.

João Baptista Figueiredo promoveu uma abertura política no Brasil, depois de anos tensos de uma política ditatorial. Figueiredo continuou o trabalho de seu antecessor, o General Ernesto Geisel.

Uma das primeiras atitudes de Figueiredo como presidente foi conceder a anistia geral aos políticos cassados durante a Ditadura Militar. Durante o governo de Figueiredo, o Brasil viveu uma grave crise, onde a inflação chegou à marca de 230% ao ano e a dívida externa atingiu os 100 bilhões de dólares.

Foi durante esse governo que o Brasil precisou recorrer ao FMI - Fundo Monetário Internacional, para pagar suas dívidas. João Figueiredo também foi responsável pela primeira eleição civil brasileira depois de 1964. Ele praticamente extinguiu o regime militar.

João Batista de Oliveira Figueiredo era filho do General Euclides de Oliveira Figueiredo e de Valentina Figueiredo. Em 15 de janeiro de 1942, ele se casou com Dulce Maria de Guimarães Castro.

Figueiredo foi um destaque como auxiliar de Equitação da Escola Militar de Realengo. Em 1952, ele se tornou Major. Entre 1955 e 1957, o militar participou da Missão Militar Brasileira no Paraguai.

Em 1969, Figueiredo foi promovido a General de Brigada e Chefe do Estado Maior do III Exército. Em maio de 1974, ele foi nomeado Ministro de Estado e, depois, se tornou General de Divisão.

João Batista de Oliveira Figueiredo morreu no dia 24 de dezembro de 1999, no Rio de Janeiro. Ele foi vítima de uma insuficiência renal e cardíaca.

Leia também! Assuntos relevantes