Inovações Pedagógicas


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Inovações Pedagógicas

Por Marilza Neves da Costa

POR MARILZA NEVES DA COSTA
O presente trabalho tem por objetivo analisar a charge que mostra uma sala de aula, onde o aluno ao chegar próximo ao quadro negro esperava encontrar ícones para clicar, este se surpreende com a situação, pois seu professor não aplica as novas tecnologias em sua prática.

Infelizmente as metodologias de alguns educadores tem fracassado na sala de aula, como observa-se nessa charge que mostra uma prática comum e sem motivação para os alunos.

O professor precisa querer mudanças na educação, todavia ele tem um papel imprescindível no processo ensino aprendizagem. Mas, para isso ele precisa sair da alienação e buscar meios inovadores para sua prática, de modo que ao ensinar também absorva conhecimento. Segundo Perrenoud (2001a, 2001c, 2002).

Trabalhar com aprendizagem envolve um contínuo movimento de reflexão, um reajuste cotidiano de nossos próprios processos. Para que possamos ensinar nossos alunos, precisamos rever nosso próprio modo de aprender, nosso modo de construir a experiência. Um processo que se desenvolve resulta em aprendizagem.

Dessa forma, torna-se de suma importância que o educador reveja sua práxis e integre em suas aulas os mais variados tipos de mídias principalmente tecnológicos.

Sabe se que os alunos contemporâneos na sua grande maioria, são pessoas que vivem em busca de informações nos diversos meios tecnológicos, e estes ao chegarem à sala de aula percebem que o professor não acompanha estes avanços.

Cabe a escola de modo geral se adequar a esses avanços tecnológicos para que as informações não cheguem aos alunos de forma errônea, daí o papel do professor auxiliá-los de forma que satisfaça os anseios dos educandos

Para tal ação, requer do educador mais compromisso e que conheça melhor as mídias educacionais, pois, utilizar os novos meios de comunicação no mundo globalizado, é crucial para melhorar a aprendizagem dos discentes.

Todavia, precisa-se urgentemente quebrar alguns tabus tradicionalistas na educação, adquirindo e repassando informações para seus alunos, aliás, sabe-se que existem muitas formas de se ensinar e aprender.

Todavia, vale ressaltar que muitas vezes o educador encontra-se sobrecarregado, tendo que trabalhar em mais de um turno devido o baixo salário que recebe. Por conseguinte, cabe aos governantes fornecer-lhes melhores condições financeiras, para que o profissional da educação não tenha que trabalhar em dois turnos, sobrando assim, mais tempo para planejar, é também de responsabilidade dos governantes promoverem capacitação contínua de modo que ampliem a prática pedagógica de todos os professores. Para melhores esclarecimentos Moran (2002) ressalta que:

[...] educação contínuas ou continuadas, que se dá no processo de formação constante, de aprender sempre, de aprender em serviço, juntando teoria e prática, refletindo sobre a própria experiência, ampliando-a com novas informações e relações.


Portanto, diante do exposto pode – se enfatizar a importância da capacitação contínua dos profissionais da educação, de modo que este não permaneça ultrapassado em sua práxis educacional e possa reconhecer sua postura enquanto educador.


REFERÊNCIAS
MORAN, José Manuel. Mudar as formas de Ensinar e Aprender com as Tecnologias. São Paulo, 2002.

PERRENOUD, Fhelippe, THURLER, Mendonça G. As Competências para Ensinar no Século XXI. Formação dos professores e o desafio da Avaliação. ARTMED, Porto Alegre, 2004.




Texto enviado às 01:02 - 1 de maio de 2011
Autor: Marilza Neves da Costa

Licença: Creative Commons License





Saiba mais

Buscas relacionadas a Inovações Pedagógicas em Pedagogia.


[ Pesquisa escolar lida 6276 Vezes - Categoria: Pedagogia ]


Leia também! Assuntos relevantes.

O Educador e o Educando
Com o real início do ano letivo, nós educadores, temos que refletir sobre o real sentido da nossa profissão. A educação é uma chave que abre a possibi...
Lido: 6321 Vezes

Violência Escolar no Brasil
Os casos de violência escolar no Brasil começaram a chamar a atenção após o ano de 1980. Poucos são os diagnósticos quantitativos sobre o tem, mas alg...
Lido: 8003 Vezes

Etec, Escola Técnica Estadual
A Etec – Escola Técnica Estadual de São Paulo, é mantida pelo governo do Estado e subordinada ao Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza. ...
Lido: 1992 Vezes

Reprovação escolar
Reprovação escolar? Não, obrigado. Vitor Henrique Paro Universidade de São Paulo - Faculdade de Educação Pouca coisa é tão cercada por equívocos, e...
Lido: 6918 Vezes

Principais Escolas de Filosofia da Ciência
Por Prof. Shozo Motoyama Como se pode notar pela longa exposição feita até agora, o objetivo de pesquisa da filosofia da Ciência é a própria Ciênci...
Lido: 5594 Vezes

Como fazer um trabalho escolar excelente?
Um trabalho nota 10 requer muita dedicação e pesquisa em diversas fontes. Os trabalhos escolares são sempre importantes para ajudar a compor as not...
Lido: 3343 Vezes

Gestão Escolar 2
[Continuação] Organização da instituição escolar Para o estudo da organização da escola foram analisadas as principais características da proposta...
Lido: 13427 Vezes

Música no Contexto Escolar
Por Josilene Queiroz Santos RESUMO O presente estudo tem por objetivo tratar de questões inerentes à importância da música no contexto escolar, bem ...
Lido: 52274 Vezes

Qual a diferença em aprender e decorar?
Existe uma grande diferença entre Aprender e Decorar. Infelizmente, o sistema de ensino adotado hoje no Brasil, principalmente nas escolas públicas, i...
Lido: 352 Vezes

O ambiente escolar
O ambiente da escola – o ambiente na escola: uma discussão sobre a relação escola-natureza em educação infantil. É importante verificar o que as esco...
Lido: 23586 Vezes

Sugestão de Busca Escolar

Sites

Encceja
Enem
SISU
Prouni
Paixão e Amor
Curiosidades
Relacionamento

Fale Conosco
Feed / RSS

Comunidade no Google +
Comunidade no Twitter


Novidades no seu e-mail

Estudantes Online
Sobre o Grupo Escolar

GrupoEscolar.com - Todos direitos reservados

Todo o conteúdo do site é retirado da internet e/ou enviado pelos estudantes.

Caso algum conteúdo infrinja direitos autorais entre em contato que adicionaremos crédito ou retiraremos o mesmo.

As opiniões expressas nos textos são de responsabilidade dos seus autores.

Somos apenas um veículo de comunicação e não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.