Índia Britânica

A Índia foi considerada a mais importante colônia do Império Britânico e, por isso, criou-se o termo Índia Britânica. O território da Índia esteve sob total domínio do Reino Unido.

A Índia Britânica era um ambiente multicultural, formado por diversas raças, línguas e religiões, em especial os indo-europeus e a raça mongólica. Neste período, o território da Índia tinha mais de 3 mil idiomas e dialetos e a religião do bramanismo (hinduísmo) era a mais importante.

A Inglaterra tinha um vice-rei no território indiano, que representava a autoridade máxima da colônia e ficava responsável por prestar contas ao Império Britânico em Londres.

Indianos e Ingleses, Índia Britânica

Na prática, durante esse período de domínio, o Reino Unido controlou um território conhecido como subcontinente indiano, que englobava os territórios atuais da Índia, do Paquistão, de Bangladesh e de Mianmar.

Mapa da Índia Britânica

Moeda Inglesa, Indiana


A evolução da Índia Britânica


Bandeira da Índia britânica, British Raj
Bandeira da Índia britânica, British Raj

O domínio britânico na Índia teve início em 1858, quando a Companhia Britânica das Índias Orientais passou a pertencer à coroa da Inglaterra. Essa soberania durou até o ano de 1947. O Reino Unido só perdeu a Índia dois anos após o fim da Segunda Guerra Mundial.

No tempo em que foi colônia, a Índia era completamente administrada pela coroa britânica. Apenas o Sri Lanka, considerado parte do subcontinente indiano, não fazia parte da Índia Britânica, mas, mesmo assim, era governado por Londres.

Durante o Império Colonial Britânico, o território da Índia foi considerado uma das principais riquezas do Reino Unido. O país era chamado de “A principal joia do império colonial britânico”, pois se destacava como um importante centro fornecedor de produtos.

O "British Raj", nome do domínio britânico na Índia, durou aproximadamente um século. A Índia só conquistou sua independência após a Segunda Guerra, já na metade do século XIX.

Leia também:
A Independência da Índia

Império Britânico

Depois dessa baixa nos territórios colonizados, a Inglaterra passou a perder prestígio, e sua potência mundial se encolheu de forma significativa. Isso aconteceu principalmente porque o Reino Unido saiu fraco das duas guerras mundiais e passou a enfrentar uma concorrência direta de outras potências, como Estados Unidos e Japão.

A Índia deixou de fazer parte do Império Britânico em 1947. Em seguida, no final da década de 1950, a Inglaterra também começou a perder territórios na África, a começar por Gana, o primeiro país a conquistar a independência da Inglaterra no continente.

Leia também! Assuntos relevantes