Independência da Índia

A Índia foi uma das mais importantes colônias do Império Britânico. Com seu imenso território e muitas riquezas, o país era considerado a joia da Inglaterra.

O processo que levou à independência da nação começou em 1885, quando um grupo de intelectuais e letrados indianos iniciou o movimento nacionalista no país. Este movimento, apesar de não ter sido grande, foi o pontapé para mudanças importantes no país.

O grupo que foi realmente influente no processo de independência da Índia surgiu a partir de 1920, e contava com nomes como Jawaharlal Nerhu e Mahatma Gandhi.

Depois da derrota da Inglaterra na Primeira Guerra, o processo de independência da Índia começou a ganhar mais força. A coroa inglesa apresentava dificuldade financeira para manter suas colônias, e isso contribuiu para a libertação da Índia.

Nesse período, existiam muitos conflitos religiosos na Índia, fato que acabou atrasando o processo de independência. Foi quando surgiu uma liderança fundamental neste cenário: Mahatma Gandhi.

O grupo de Mahatma Gandhi era formado principalmente por hindus. Gandhi era advogado e liderou o movimento que resistiu à dominação inglesa. Como era um pacifista, Gandhi não queria que a violência fizesse parte do movimento de independência da Índia.

Durante o processo de independência, houve uma considerável união de hindus e muçulmanos. Os dois grupos religiosos passaram, então, a desobedecer as leis inglesas e iniciaram também longas greves de fome e vários boicotes aos produtos de origem britânica. A união pacifista entre os grupos religiosos foi fundamental para a conquista da independência da Índia.

Durante a Segunda Guerra Mundial, a nação inglesa ainda demonstrava dificuldades e fraqueza, até chegar ao ponto de não ter mais condições financeiras de manter seu domínio sobre a Índia. Dessa forma, em 15 de agosto de 1947, a independência do país foi concedida.

O protagonismo de Gandhi na Independência da Índia


Mahatma Gandhi

Mahatma Gandhi foi um dos principais responsáveis pela independência da Índia. Ele fazia parte do Partido do Congresso e era conhecido como “Grande Alma”.

Em sua atuação como advogado, Gandhi pregava a resistência à dominação dos ingleses na Índia. Ele era absolutamente contra a violência e defendia apenas a desobediência civil como forma de resistência.

Infelizmente, após a independência, os conflitos religiosos voltaram a tomar conta da Índia. Por causa dessa violência, Gandhi acabou assassinado no ano de 1948, por um radical hindu, apenas um ano após a Inglaterra reconhecer a independência de seu país.

Leia também! Assuntos relevantes