Ilha Robben

Por

A Ilha Robben está localizada na Baía da Mesa, na África do Sul. A região tem cerca de 5,4 km de comprimento. O território é rico em belezas naturais.

A ilha fica na província de Western Cape, a 11 km da Cidade do Cabo. A região foi descoberta por Bartolomeu Dias, em 1488.

Essa ilha tem uma grande importância histórica, pois serviu como posto de reabastecimento para viajantes portugueses, ingleses e holandeses, e também como prisão para os sul-africanos que lutaram contra o Apartheid, regime de segregação racial que vigorou no país.

A Ilha Robben é um verdadeiro santuário da vida animal e, hoje, abriga um museu que atrai milhares de turistas. No entanto, no passado, a região foi marcada pelo cárcere de presos políticos, como Nelson Mandela.

A ilha foi colonizada por holandeses e atacada pelo Império Britânico, em 1795. O território também foi utilizado para aprisionar desertores, assassinos e ladrões, e para abrigar doentes mentais, leprosos, prostitutas, alcoólicos, lunáticos e até mesmo idosos.

A região entrou para a lista dos patrimônios culturais da humanidade em 1999. O presídio da ilha foi desativado em 1996, e abriga hoje o Robben Island Museum.

Nelson Mandela e Jacob Zuma ficaram presos em Robben Island por 18 e 10 anos, respectivamente.

Atualmente, é possível fazer um tour pela Robben Island. Aproximadamente 2 mil pessoas visitam a ilha diariamente durante a alta temporada.