Idade da Pedra

A Idade da Pedra foi o tempo em que os homens pré-históricos usavam este material para a fabricação de ferramentas, armas e utensílios domésticos.

Esta é a primeira Idade na divisão que os estudiosos fizeram para definir a evolução do homem na pré-história, sendo que a Idade do Bronze e do Ferro são, respectivamente, suas sucessoras.

Consta que a Idade da Pedra começou há cerca de dois milhões de anos, quando o homem descobriu grandes qualidades neste material resistente, e seguiu-se por muito tempo, até o início da Idade do Bronze com uso de metais como estanho e cobre.

Não se pode definir uma data para o início do uso da pedra em todo o mundo, pois isso dependia principalmente do avanço dos diferentes agrupamentos humanos que habitavam a Terra.

Por causa de mudanças drásticas no clima e na cultura humana durante a Idade da Pedra, e para melhor poder estudá-la, esta era foi dividida em três períodos, chamados Paleolítico, Mesolítico e Neolítico.

No período Paleolítico, que também é conhecido como Antiga Idade da Pedra por ser o primeiro dos três, os homens começaram a utilizar a pedra para abater e preparar sua caça.

Armas e instrumentos eram fabricados com lascas de pedra, que possuíam um poder de corte até então desconhecido pelos humanos.

Com o tempo, houve um aumento na diversificação destes instrumentos, que ganharam funções cada vez mais específicas e foram gradativamente aperfeiçoados.

Há cerca de cem mil anos, os homens de Neandertal passaram a fazer ferramentas com pedra e ossos de animais e já no final deste período, foram fabricadas armas avançadas como arpões para caça e pesca.

Na fabricação de armas, diferentes tipos de pedra eram quebradas ou cortadas em lascas, tornando-se mais fortes ou mais pontiagudas para melhor servir à sua proposta de massacrar, cortar ou rasgar alimentos e animais.

O desenvolvimento da manufaturação de armas e diversos instrumentos feitos em pedra continuou rapidamente através dos tempos.

No período Mesolítico, utensílios cortantes e cada vez mais aperfeiçoados foram adaptados às novas necessidades humanas, pois o clima estava cada vez mais ameno com o fim da Era Glacial.

Com esta mudança climática a comida tornou-se muito mais abundante, uma vez que a vida animal florescia com o calor.

A caça e a pesca tornaram-se o meio principal para a subsistência do homem e armas direcionadas para este tipo de atividade foram desenvolvidas a partir dos modelos antigos.

Grãos, vegetais e frutas diversas passaram a ser preparadas com utensílios que os trituravam ou fatiavam, transformando-os em farinha ou facilitando a sua digestão.

Por volta de 8000 a.C., com a chegada do período Neolítico, estes utensílios aperfeiçoados começaram a ser utilizados na agricultura, mudando completamente os hábitos nômades dos seres humanos que antes migravam de um lado para outro procurando comida.

As pedras eram cuidadosamente partidas ou esculpidas em forma de lança, sendo polidas em seguida e, às vezes, até ganhando um pequeno desenho serrilhado em sua lateral.

Elas eram acopladas a cabos feitos com ossos ou madeira, transformando-se em lanças poderosas para a caça.

Quando o homem chegou na Idade da Pedra Lascada, ele já produzia vasos em cerâmica e começava a descobrir a utilidade dos metais que, anos mais tarde, viriam substituir a pedra.

Leia também! Assuntos relevantes