História da Educação no Brasil

História da Educação no Brasil

Por

A história da educação no Brasil começou com a colonização e a vinda dos portugueses para o país. O processo educacional do Brasil teve início com a Companhia de Jesus, que ensinava os índios.

Na exploração inicial do território brasileiro, os padres focavam esforços na educação dos indígenas por meio da catequese. O objetivo dos missionários jesuítas era difundir o catolicismo entre os nativos. O padre Manuel da Nóbrega foi uma das figuras mais importantes nessa missão cristã.

Apenas em 1759, o Brasil passou a ter um ensino laico e público. A educação foi estabelecida pelas Cartas Régias, em 1772, data da criação oficial do ensino público no Brasil.

Durante quase 300 anos, a educação no Brasil foi um privilégio das classes mais favorecidas. Os negros ficavam marginalizados, enquanto os brancos de famílias tradicionais viajavam para estudar na Europa.

A implantação de um sistema educacional no país foi um processo lento. D. João VI foi quem abriu no Brasil as primeiras faculdades, como as Academias Militares e as Escolas de Direito e Medicina. Ele também implantou a Biblioteca Real, o Jardim Botânico e a Imprensa Régia.

Depois da Proclamação da República, a educação brasileira continuou estagnada. A evolução e consolidação de um modelo educacional só aconteceu a partir do século XIX. Durante muito tempo, o Brasil foi um país massivamente analfabeto e de ensino precário.

Em 1826, um decreto criou 4 graus de instrução no Brasil: Pedagogias, Liceus, Ginásios e Academias. Só depois de 1930, o Brasil passou a ter grandes educadores, como Anísio Teixeira e Almeida Júnior. Ainda em 1930 foi criado o Ministério da Educação.

Em 1934 nasceu a Universidade de São Paulo (USP), considerada até hoje a melhor universidade do Brasil. Em 1962, o país criou seu Plano Nacional de Educação.

A partir de 1964, a educação viveu um momento de tensão com a Ditadura Militar e a perseguição de muitos professores e estudiosos. Entre 1986 e 2006, a educação brasileira avançou bastante, e contou com a criação do Enem – Exame Nacional do Ensino Médio.

Atualmente, o nível da educação vem melhorando em todas as etapas do aprendizado, seja na pré-escola, no Ensino Primário, Ensino Fundamental, Ensino Médio e no Nível Superior. As políticas públicas vêm ampliando o acesso à educação e reduzindo consideravelmente as taxas de analfabetismo e evasão escolar.

Leia também! Assuntos relevantes