Hidrocarbonetos

Na química, estudamos o conceito de hidrocarboneto, que é todo composto formado por átomos de hidrogênio e de carbono. Estas substâncias são consideradas apolares, não conduzem corrente elétrica e apresentam estrutura bastante simples.

Os hidrocarbonetos fazem parte da Química Orgânica. Eles se destacam como os principais compostos presentes no petróleo, e são encontrados no fundo dos mares, como resultado do depósito de matéria orgânica nestes ambientes.

Os hidrocarbonetos apresentam moléculas apenas com carbono (C) e hidrogênio (H). Os representantes dessa categoria são os alcanos, os alcenos, os alcinos, os alcadienos, os cicloalcanos, os cicloalcenos e as moléculas aromáticas.


Aplicações dos hidrocarbonetos

Os hidrocarbonetos estão diretamente ligados com a produção energética, principalmente por causa do petróleo e de outros combustíveis fósseis. Eles estão presentes no dia a dia do homem e em diversas indústrias que necessitam de substâncias para combustão.

Quando os hidrocarbonetos entram em combustão, eles produzem o gás carbônico (CO2), tão prejudicial ao meio ambiente e um dos responsáveis pelo efeito estufa em nosso planeta. O principal problema ambiental está relacionado ao aumento do número de veículos nas ruas, gerando o consequente aumento dos níveis de poluição e emissão de CO2.


Composição do hidrocarboneto

O hidrocarboneto tem átomos de carbono e de hidrogênio que estão unidos tetraedricamente. Eles apresentam uma ligação covalente. Dependendo da junção dos átomos envolvidos, os hidrocarbonetos podem dar origem a diversos compostos de grupos funcionais.

Uma característica importante destas substâncias é que elas se oxidam facilmente e liberam calor.


Hidrocarbonetos naturais

Os hidrocarbonetos naturais são encontrados principalmente em regiões muito profundas da Terra, alcançando cerca de 150 km de profundidade. Para explorar estes compostos, o homem utiliza os conhecimentos sobre os processos geológicos, além de alta tecnologia.

As moléculas de hidrocarbonetos têm elevada estabilidade termodinâmica, se formam espontaneamente na Terra, são insolúveis na água e soluções em solventes orgânicos apolares.

De acordo com o tipo de ligação entre os átomos de carbono, os hidrocarbonetos são classificados em alcanos, alcenos, alcinos, alcadienos, cicloalcanos e aromáticos.

Classificação dos Hidrocarbonetos

Em relação à cadeia carbônica principal, os hidrocarbonetos podem ser:

Alifático – Composto por cadeias carbônicas abertas ou acíclicas, com carbonos terminais, como é o caso dos alcanos e dos alcenos.

Cíclico – Composto por cadeia carbônica fechada ou cíclica, sem carbonos terminais, como é o caso dos ciclanos e ciclenos.

Existem também os Hidrocarbonetos Saturados, que apresentam ligações simples; e os Hidrocarbonetos Insaturados, que apresentam ligações duplas ou triplas.

Compreenda os diferentes hidrocarbonetos:

Alcanos – Conhecidos como parafinas ou parafínicos. São hidrocarbonetos alifáticos saturados.

Alcenos – Conhecidos como olefinas ou hidrocarbonetos etilênicos. São hidrocarbonetos alifáticos insaturados.

Alcinos – Conhecidos como metilacetilenos. São hidrocarbonetos alifáticos insaturados.

Alcadienos – Conhecidos como dienos. São hidrocarbonetos alifáticos insaturados.

Ciclanos – Conhecidos como cicloalcanos ou cicloparafinas. São hidrocarbonetos saturados e com ligações simples.

Ciclenos – Conhecidos como cicloalcenos. São hidrocarbonetos insaturados, com ligação dupla.

Ciclinos – Conhecidos como cicloalcinos. São hidrocarbonetos cíclicos e insaturados, com cadeias carbônicas fechadas.

Aromáticos – Conhecidos como arenos. São hidrocarbonetos insaturados, com três ligações duplas.

Leia também! Assuntos relevantes