Hermes da Fonseca

Por

Hermes da Fonseca foi militar e presidente do Brasil. O político foi eleito por voto direto durante os primeiros anos de República no país. Hermes da Fonseca nasceu no município de Vila de São Gabriel, no Rio Grande do Sul, em 12 de maio de 1855.

O militar era sobrinho de Deodoro da Fonseca. Hermes Rodrigues da Fonseca fazia parte de uma família com tradição militar. Ele estudou na Escola Militar da Praia Vermelha, onde iniciou sua brilhante trajetória militar. Em 1905, Hermes da Fonseca se tornou General de Divisão e depois chegou ao posto de Marechal.

Hermes da Fonseca teve grande apoio de grupos políticos para sua candidatura à Presidência da República. O militar acabou eleito no dia 15 de novembro de 1910. Seu governo foi marcado pela aliança política entre o Rio Grande do Sul e os militares.

Hermes da Fonseca teve que lidar com várias revoltas durante o seu mandato, como a Revolta da Chibata, a Revolta da Vacina e a Guerra do Contestado. O presidente foi responsável pela chamada política salvacionista, que tinha o objetivo de acabar com a corrupção. Durante o governo de Hermes da Fonseca, o Brasil viveu sob constante estado de sítio.

Hermes da Fonseca expandiu a rede ferroviária brasileira e criou a Escola Brasileira de Aviação. Ao deixar a presidência, Hermes da Fonseca se candidatou ao governo do Rio Grande do Sul, mas não assumiu a função. O político viveu na Suíça, e voltou ao Brasil em 1920.

O militar viveu seus últimos anos de vida na cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro. Hermes da Fonseca morreu no dia 9 de setembro de 1923, vítima de um ataque cardíaco.

Leia também! Assuntos relevantes