Herculaneum

Herculaneum foi uma antiga cidade fundada por colonizadores gregos no ano 600 d.C., sendo assim nomeada em homenagem ao herói da mitologia grega, Hércules.

No começo do ano 100 a.C., todos os habitantes de Herculaneum passaram a ser cidadãos Romanos.

Localizada a oito quilômetros ao sul da Baía de Nápoles, na Itália, Herculaneum, assim como sua vizinha Pompéia, tornou-se uma colônia de férias para os ricos e poderosos Romanos, que ali construíram casas de banho, teatros e lojas.

A cidade ganhou então uma malha de ruas pavimentadas com calçadas, um fórum, que ficava bem no centro dela, uma basílica e muitas mansões para abrigar e divertir os Romanos endinheirados.

As edificações mais importantes, como a Casa de Netuno e Amphitrite, eram adornadas com estátuas de mármore e bronze, pisos e paredes com mosaicos e pinturas.

A grande maioria das residências encontradas neste sítio arqueológico data do século III a.C., tendo pertencido a apenas uma família.

A prosperidade deste paraíso romano foi abalada no ano 63 d.C., quando um forte terremoto abateu a cidade, destruindo-a quase que por completo.

Mas o pior viria tempos mais tarde, mais precisamente em 24 de agosto de 79 d.C., ano em que o Vulcão do Monte Vesúvio entrou em erupção e cobriu Herculaneum e Pompéia com lava e lama fervente.

Cerca de quatro mil habitantes conseguiram escapar do desastre, mas a cidade ficou coberta por uma espessa camada de quinze metros de lama.

Todos os prédios foram completamente carbonizados, o que permitiu a preservação de utensílios domésticos como vasos de cerâmica, cordas, roupas, móveis e até documentos que não deterioraram com o passar dos anos.

Herculaneum foi encontrada por arqueólogos em 1709 e desde 1738 acontecem escavações em diferentes pontos deste sítio, que hoje se mistura com uma cidade chamada Resina, fato que vem atrapalhando e atrasando muito o trabalho das expedições que investigam o local.

Muitos objetos e obras de arte encontrados em Herculaneum estão expostos no Museu Nacional de Nápoles.

Leia também! Assuntos relevantes