Herança dos Grupos Sanguíneos

Herança dos Grupos Sanguíneos

Por

Os tipos sanguíneos são divididos em grupos que podem ser combinamos geneticamente. O grupo sanguíneo dos filhos sofrem influencia do grupo dos pais.

O grupo sanguíneo é também chamado de Fenótipo. Para cada fenótipo pode existir mais de um Genótipo, ou correspondente.

As pessoas podem ter sangue do grupo A, B, AB ou O, de acordo com a presença de antígenos nos glóbulos vermelhos.

Saiba:
Indivíduos com sangue do tipo A possuem o aglutinogênio A;

Indivíduos com sangue do tipo B possuem o aglutinogênio B;

Indivíduos com sangue do tipo AB possuem os dois antígenos;

Indivíduos com sangue do tipo O não possuem nenhum antígeno.

Indivíduos de sangue A podem ter complicações quando recebem sangue do tipo B, e vice-versa. Já os indivíduos do tipo AB são considerados receptores universais e os indivíduos do tipo O são considerados doadores universais.


Sistema MN
Landsteiner e Levine descobriram, em 1927, dois aglutinogênios nas hemácias humanas chamados de M e N, e verificaram que alguns indivíduos apresentavam um desses antígenos e outros apresentavam os dois antígenos. Os três fenótipos: grupo M, grupo N e grupo MN, determinados por um par de alelos, não apresentam relação de dominância:

gene LM (ou M) - condiciona a produção do antígeno M;

gene LN (ou N)- condiciona a produção do antígeno N.


Fator Rh
O sistema Rh é controlado por genes independentes dos genes do sistema ABO. Segundo o sistema, um par de genes alelos se apresentam como dominante e com presença de antígeno; e o segundo recessivo e sem a presença de antígeno.

Os Indivíduos que apresentam antígeno são do grupo Rh+, e os não portadores de antígeno são do grupo Rh-.

Leia também! Assuntos relevantes