Haplologia

Por

O termo haplologia faz parte do estudo da língua portuguesa. Este conceito gramatical é classificado como uma síncope, ou seja, uma supressão de fonemas. Confira alguns exemplos:

1 - Tragicômico - trágico + cômico = tragicocômico → tragicômico

2 – Bondoso - bondade + oso = bondadoso → bondoso

3 – Idosos - idade + oso = idadoso → idoso

Pelos exemplos acima fica fácil entender que as sílabas iguais ou semelhantes são retiradas para a formação das palavras. Isto acontece para evitar a criação de um cacófato, um tipo de vício de linguagem. Além disso, a haplologia também ajuda na pronúncia das palavras.

A língua portuguesa tem muitos exemplos de haplologias. O recurso é especialmente utilizado na linguagem oral, como no caso da expressão “Pode deixar”, que fica “Pó deixá” em conversas informais da modalidade oral.

A haplologia facilita a comunicação e garante dinamismo às falas. O recurso é normalmente utilizado de forma inconsciente sempre que suprimimos fonemas durante a conversação.

A haplologia é uma evolução do idioma e configura-se como um fenômeno fonético-morfológico. A palavra haplogia tem origem grega, em que haplo significa simples.

Leia também! Assuntos relevantes