Guerra do Peloponeso


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Guerra do Peloponeso

Conflito entre Atenas e Esparta, ocorrido entre 431 e 404 a.C.. Sua história foi detalhadamente registrada por Tucídides e Xenofonte. De acordo com Tucídides, a razão fundamental da guerra foi o crescimento do poder ateniense e o temor que o mesmo despertava entre os espartanos. A cidade de Corinto foi especialmente atuante, pressionando Esparta a fim de que esta declarasse guerra contra Atenas. Esparta invadiu a Ática com seus aliados em 431 a.C., mas Péricles persuadiu os atenienses a se deslocarem para trás das 'longas muralhas' que ligavam Atenas a seu porto, o Pireu, e a evitar uma batalha em terra com o superior exército espartano. Atenas confiava em sua frota de trirremes para invadir o Peloponeso e proteger seu império e suas rotas comerciais, mas foi gravemente surpreendida pela deflagração da peste, em 430 a.C., que matou cerca de um terço da população, inclusive Péricles. Apesar disso, a frota teve boa performance e foi estabelecida uma trégua de um ano, em 423 a.C.. A Paz de Nícias foi concluída em 421 a.C., mas Alcibíades liderou um movimento de oposição a Esparta no Peloponeso; suas esperanças esvaneceram-se com a vitória de Esparta em Mantinéia, em 418 a.C..

Ele foi também o principal defensor de uma expedição à Sicília (415-3 a.C.), que visava derrotar Siracusa e que resultou em completo desastre para Atenas. A guerra foi formalmente retomada em 413 a.C.; a fortificação de Decélia, na Ática, pelos espartanos, e revoltas generalizadas entre seus aliados pressionaram Atenas, que havia perdido grande parte de sua frota na Sicília e estava falida e atormentada por convulsões políticas. Apesar disso e graças, em grande parte, a Alcibíades, a sorte de Atenas ressurgiu, com vitórias navais em Cinosema (411 a.C.), e Cícico (410 a.C.), e com a reconquista de Bizâncio (408 a.C.). Houve mais uma vitória em Arginuse, em 406 a.C.. A partir de então, o apoio financeiro da Pérsia a Esparta e as habilidades estratégicas e táticas do espartano Lisandro alterou a balança. A vitória espartana em Egospótamos e seu controle do Helesponto subjugaram Atenas, pela fome, até a rendição, em abril de 404 a.C.. Seguiu-se imediatamente um golpe oligárquico, apoiado por Esparta, e o reino de terror da 'Tirania dos Trinta'. A democracia foi restabelecida em 403 a.C..


Fonte: http://greek.hp.vilabol.uol.com.br/atenas-espart.htm




Leia também! Assuntos relevantes.

A Guerra do Vietnã
A Guerra do Vietnã foi um conflito armado que aconteceu entre os anos de 1959 e 1975. Trata-se de um dos mais violentos conflitos do século XX. A gue...

Civilização Grega | O Período Helenístico | 1000 aC a 1aC
Enquanto as cidades gregas entravam em decadência, provocada pelas contínuas guerras entre si, os macedônios, até então isolados, fortaleciam-se e ini...

O Fim Oficial da Guerra do Iraque
No dia 15 de dezembro de 2011 uma cerimônia que aconteceu em Bagdá marcou o fim oficial da guerra do Iraque. O conflito durou mais de oito anos, com a...

A Irradiação da Guerra Fria
Logo a seguir ao termo da Segunda Guerra Mundial iniciou-se a “guerra fria” e a formação de dois blocos político-militares antagónicos: a OTAN e o Pac...

Julgamentos por Crimes de Guerra
Julgamentos por crimes de Guerra, são os processos abertos contra as pessoas acusadas de cometer crimes contra as leis, costumes e princípios gerais d...

Guerra do Yom Kippur
A Guerra do Yom Kippur começou no dia 6 de outubro de 1973. O Yom Kippur é uma tradicional celebração dos judeus, sendo considerado o dia mais sagrado...

Partenon de Atenas
O Pártenon, célebre templo da ordem dórica e o maior da Acrópole de Atenas, foi construído no século V a.C. (entre os anos 447 e 438 a.C.) e dedicado ...

O Fim da Guerra do Iraque
Em 2011 o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, declarou o fim da guerra no Iraque. A medida cumpre uma promessa de campanha de Obama. A gue...

Os Conflitos da Descoberta do Ouro
Com o declínio da indústria açucareira no Brasil, o que aconteceu no final do século XVII, a população passou a buscar outras formas de renda e enriqu...

Aspectos da Guerra entre Palestinos e Israelenses
Por Carlos Oriente Médio Assunto: Oriente Médio; Ponto de vista: Os aspectos religioso, político e social na guerra do Oriente Médio; Objetivo: An...

Fale Conosco | Feed / RSS | Google + | Twitter |

Novos assuntos sobre educação no seu e-mail

Site destinado a educação, estudos, informação e pesquisa escolar. Não incentivamos a prática de trabalhos escolares prontos.

Somos um veículo de comunicação. Não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.

Cópia ou reprodução de conteúdo somente se citada a fonte.

© 2015 - Grupo Escolar - Todos direitos reservados